fbpx
24 C
Porto Velho
domingo, 05 julho 2020, 03:22
Site de apostas
Site de apostas

Filme pornô evangélico não passa de notícia falsa

Quando a pauta em questão é sobre religião e sexo, certamente muitas opiniões e teorias polêmicas surgirão em torno do assunto.




Desta vez, o assunto que anda circulando nas redes sociais e repercutido cada vez mais, é a informação de que uma empresa gospel estaria se arriscando em uma nova empreitada: a produção de filmes pornográficos para evangélicos.

Segundo o site “Boatos.org”, a notícia é falsa e circula há muito tempo na internet, mas acabou voltando à tona recentemente depois que o site “Super Pride” (voltado ao público LGBT) divulgou a notícia.

No texto divulgado pelo “Super Pride”, o autor, que não assina a matéria, afirma que a grande novidade gospel fará a alegria de muitos cristãos e que um “Movimento Pornô Gospel” será lançado por meio do filme erótico, com o intuito de “educar o povo de Deus”.

Além disso, o autor ironiza no texto dizendo que ao longo de 2000 anos, o povo cristão não aprendeu a transar e afirmou que de acordo com os organizadores da indústria cinematográfica “porno-cristã”, os filmes produzidos seriam fundamentados no maior respeito e que apenas casais matrimonialmente ligados protagonizariam as cenas.

ANÁLISE DA FALSETA

Ao analisar o texto e identificar a veracidade dos fatos, o site “Boatos.org” pesquisou e descobriu que a mesma notícia surgiu quando um site chamado “Sex In Christ” lançou um manifesto, lá por 2008, dizendo quais seriam as diretrizes para as filmagens do suposto filme pornô.  Ao acessar o site, foi detectado que a matéria também não tinha assinatura ou mesmo de uma congregação que estivesse por trás disso. Outras sessões da página falam de outros temas tabus no mundo cristão.

Ainda segundo o site “Boatos.org”, a história chegou ao Brasil em 2011 por meio do “Diário Pernambucano”, conhecido por muitos internautas assíduos e curiosos como um dos sites que mais divulga notícias falsas do Brasil.

Além disso, notícias sobre o assunto e citando o mesmo manifesto voltaram à tona na web em 2013, 2013, 2014 e agora em 2015. Todas falando que a empresa quer lançar o filme, fato este que curiosamente não acontece há anos.   Será que a empresa ainda está nas preliminares do filme?

Para concluir a linha de raciocínio sobre o lançamento do filme pornô evangélico, o site indaga que a história foi lançada por um site fake norte-americano, reproduzido por um site de notícias falsas no Brasil e que até hoje blogs e internautas caem na mentira.

Fonte: Acritica.com

Últimas notícias: