fbpx
22 C
Porto Velho
domingo, 05 julho 2020, 08:57
Site de apostas
Site de apostas

Confederação Nacional de Transporte reprova geometria da BR-421

confederacao-nacional-de-transporte-reprova-geometria-da-br-421489x346_88171aicitono_1a3i3vsmr15ekt4g1pc5ot4bgaa

A Confederação Nacional de Transporte (CNT) reprovou a geometria da BR-421, que interliga a cidade de Ariquemes (RO) a outros municípios do Vale do Jamari, como Monte Negro (RO), Buritis (RO) e Campo Novo de Rondônia. Conforme relatório divulgado pelo órgão na quarta-feira (4), a faixa adicional da rodovia, pontes e curvas foram consideradas ruins, o que coloca em risco a segurança dos motoristas.

Segundo a CNT, a geometria é o método de avaliação onde é pesquisado se uma rodovia contém pista simples ou dupla, a presença de faixa adicional de subida, pontes, viadutos, curvas perigosas e acostamento incluídos na variável. Por estes itens não estarem dentro das normas estabelecidas, o órgão de transporte classificou os 80 quilômetros da BR-421 como ruins.

Na avaliação das rodovias, a CNT também analisou os quesitos de pavimento, que são as condições da superfície da pista principal e do acostamento. De acordo com o órgão, a rodovia apresentou situação regular nesta categoria.

Quanto a sinalização, foram observadas a presença, visibilidade e legibilidades de placas ao longo da rodovia, além da situação das faixas centrais e laterais, onde apresentou situação ótima.

De acordo com o CNT, um dos principais problemas enfrentados pelos motoristas que utilizam a rodovia é a falta de fiscalização em relação ao peso das cargas transportadas pelos veículos. O posto de pesagem construído na rodovia para averiguar o problema parou de funcionar em 2013 por causa de uma descarga elétrica. Desde então, os serviços que seriam realizados pela balança estão paralisadas.

O G1 entrou em contato com o Departamento de Estradas e Rodagens de Rondônia (DER-RO) para saber quando os serviços do posto de pesagem serão normalizados, mas até a publicação desta reportagem não havia obtido retorno.

Fonte: G1

Últimas notícias: