Home / Notícias / Brasil / Com medo de perder emprego, pai mata filho de dois anos

Com medo de perder emprego, pai mata filho de dois anos


Um homem de 43 anos é suspeito de matar o próprio filho de dois anos em Rio Branco do Sul, região metropolitana de Curitiba (PR). O pai confessou ter cometido o crime porque teve medo de perder o emprego e chegou a forjar um sequestro para enganar a polícia.

Erick Pereira, de dois anos, que estava desaparecido desde a tarde de domingo (15), foi encontrado na zona rural de Rio Branco do Sul. Pereira procurou ajuda na segunda-feira (16) afirmando que bandidos tinham matado seu filho.

Segundo ele, os dois passeavam de carro em uma lagoa no município de Rio Branco do Sul, quando os dois teriam sido abordados por criminosos, que anunciaram o assalto.

Ainda de acordo com ele, os bandidos teriam obrigado os dois a entrarem no próprio veículo e, durante o trajeto, teriam matado a criança com dois tiros porque ele chorava muito.

O homem ainda afirmou ter conseguido escapar dos bandidos e procurado ajuda em uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) em Itaperuçu, também no Paraná.

A polícia fez buscas por cerca de 70 km junto com o pai do menino. A versão dele não era clara e tinha muitas contradições, segundo a polícia. Durante as buscas, ele confessou o crime.

Em depoimento, Pereira disse que cometeu o crime porque teria sido transferido de setor na empresa onde trabalha. O medo de perder o emprego e não conseguir sustentar a família teriam o motivado a matar a criança.

Um carro do IML (Instituto Médico Legal) foi até o local recolher o corpo de Erick. O pai disse que afogou e estrangulou o filho. Segundo a delegada responsável pelo caso, ele afirmou ainda ter pensado em se matar após o crime.

Fonte: R7