Rondônia - 22 de julho de 2018
Home / Notícias / Brasil / Marco Feliciano manda 27 mil litros de água para MG

Marco Feliciano manda 27 mil litros de água para MG

O deputado pastor Marco Feliciano (PSC/SP), mostrou em um vídeo postado nas redes sociais que hoje (18) partiu para Minhas Gerais um carregamento de água mineral enviado para ajudar as vítimas do desastre ecológico que atingiu a região oeste.

A exemplo do que fez o pastor Silas Malafaia, Feliciano citou que o carregamento será entregue ao pastor Flamarion, da Igreja Quadrangular de Governador Valadares.

Ao lado de sua esposa, explicou que a água é uma doação dos membros de sua igreja, a Catedral do Avivamento, bem como de moradores de Orlândia e outras cidades de São Paulo. A carreta, usada por Feliciano em suas cruzadas e apresentações pelo país, levou a doação.

Segundo o pastor, esse é um trabalho que contou com a ajuda de muitas pessoas. Ele também ressaltou que continua em oração pelos moradores de Mariana e Valadares, onde a lama os privou do abastecimento de água, que vinha do Rio Doce.

“Tenham fé, tenham força, vocês vão sair desse momento de luta. Mais tem Deus para dar”, foi a mensagem para os moradores da região. Ele também colocou uma imagem com a bandeira de Minas em seu perfil do Facebook como uma maneira de homenagear os atingidos pela queda da barreira.

O vídeo foi visualizado quase um milhão de vezes nas primeiras 24 horas de postagem. A imensa maioria dos comentários parabeniza Feliciano pela iniciativa. “Não sou evangélico. Não votei no senhor. Mas confesso que ganhou minha atenção”, afirma um usuário do Facebook que comentou o vídeo.

Alguns aproveitaram a oportunidade para fazer provocações aos inimigos políticos do pastor. “Por favor, cadê um vídeo de algum grupo LGBT que tá ajudando as cidades afetadas?”, questiona um internauta. Não faltou quem perguntasse o que o deputado Jean Wyllys, desafeto de Feliciano fez para ajudar os moradores da região.

Igrejas se mobilizam

Várias igrejas evangélicas da região e denominações nacionais estão realizando trabalhos na região, coletando doações e prestando ajuda as famílias. É possível ver nas redes sociais diversas campanhas do gênero.

A Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) afirmou que em breve irá lançar a campanha “SOS Mariana”. O governo Federal até agora liberou o FGTS das vítimas e prometeu multar a mineradora responsável em 1 bilhão de reais.

Fonte: Gospel Prime