Home / Notícias / Destaque / Ingênua ignorância causa terrorismo no Brasil

Ingênua ignorância causa terrorismo no Brasil

Editorial, Folha Nobre –  Estão sendo divulgadas fotos de pessoas, possivelmente árabes, vestidos a rigor conforme sua cultura. As publicações fazem alusão ao medo do terrorismo islâmico que tomou o mundo, e que estas pessoas que andam por aqui devem ser investigadas e fiscalizadas.

As fotos tiradas destes estrangeiros, possivelmente em cidades do interior de Rondônia, vem com comentários preconceituosos e terroristas. Pelo WhatsApp, Facebook e alguns sites as notícias se espalham, como se estas pessoas estivem armando algo contra a nação, ou um possível ataque terrorista.

Segue logo mais abaixo, algumas das fotos destas pessoas, que não se sabe quem são, e este fato, tem causado horror na internet. Imaginem só, pois nós encontramos diariamente nas ruas, no mercado, na padaria, pessoas que podem ser assassinos, ladrões, e outros marginais a mais. Todos vestidos como nós, mas suspeitas não são levantadas. Como que fica a situação? Pois por aqui os índices de violência são extremamente altos e todo estrangeiro que é visto, com roupas diferentes, tem que ser o terrorista?

Ingênuas, porém muito terroristas as pessoas que marginalizam sem ter as informações corretas. Alguém acredita que um terrorista andaria por aí vestido a caráter, segundo a sua cultura, para armar um plano diabólico contra nosso povo?

A sensação de insegurança já é grande, enorme, pois por aqui, há um terrorismo enrustido nas políticas públicas do governo. A falta de segurança nas ruas, a saúde e muitos outros pontos, que já denominamos aqui em outro editorial (clique aqui para ler), são nossos maiores temores.

Os terroristas que fazem isso, que levam preconceito cultural, devem passar a ser temidos. A gravidade da situação é tão grande, pois podem ser pessoas que possuem medos obscuros e uma variedade de preconceitos, como quanto a cor, sexo, raça, religião e cultura, que se dizem moralistas e tacam o terror por onde passam.

Da Redação – Folha Nobre

2015111923271620151119232716-11 20151119232716-220151119233433