Rondônia - 21 de outubro de 2018
Home / Notícias / Destaque / Promotora acusa o MP de inventar denúncias contra policiais

Promotora acusa o MP de inventar denúncias contra policiais

ana mariaOpinião de Primeira, Por Sérgio Pires – Torcia-se para que fosse mentira! Infelizmente, parece que não é. Por isso, o caso precisa ser investigado e tudo esclarecido a fundo, para a sociedade brasileira. A promotora de Justiça de Praia Grande, em São Paulo, denunciou que deixou o Grupo de Combate ao Crime Organizado (GAECO) de São Paulo, porque foi pressionada por seus chefes do MP,  a inventar acusações falsas contra policiais que combatem o tráfico de drogas. A promotora Ana Maria Molinari (foto) testemunhou num processo judicial em que policiais eram acusados de exterminar inocentes, denunciando não só essa manobra terrível, como ainda acusou um grupo (as Mães de Maio, de São Paulo), de estarem envolvidas no tráfico, como sucessoras de seus parentes, alguns mortos pela polícia. As declarações da promotora estão gravadas em vídeo e foram usadas pela defesa dos policiais. Há como contestar? A menos que ela tenha enlouquecido, esteja mentindo e inventado essa história, está criada a mais grave acusação já feita no país, contra a instituição do qual faz parte. Ana Molinari falou,sem meias palavras, que deixou o cargo no GAECO porque se sentiu pressionada a elaborar um relatório, “com o objetivo de distorcer os fatos e deliberadamente prejudicar policiais atuantes e honestos”.

É claro que há policiais corruptos, bandidos com farda, matadores de criminosos e também de inocentes. Mas há também ótimos policiais, gente séria, que combate o crime com vigor, que não é corrupta. Se há qualquer suspeita de que bons policiais são denunciados por combaterem o crime e, ainda, pelo incorruptível e insuspeito Ministério Público, é porque a coisa chegou  um ponto sem volta! Tomara que dona Ana Maria tenha exagerado, porque o MP nunca, jamais, pode ficar sob suspeita num caso escabroso como esse. Que tudo seja muito bem esclarecido!

 

MAMANDO NAS TETAS

Os que ganham seus salários por CDS no governo, andam conversando baixinho e temendo por seus contra cheques. O governador Confúcio Moura, em seu Blog pessoal, fez duras críticas à forma como são nomeados e contratados os servidores “de confiança”. Mais que isso, deixou claro que vai enviar proposta à Assembleia Legislativa mudando essa situação, provavelmente numa iniciativa inédita no país. Disse que já cortou três mill CDS e vai ainda mais fundo. Confúcio foi tão duro com os comissionados que colocou, para ilustrar, a foto de uma mulher mamando nas tetas de uma vaca. Precisa dizer mais?

 

METADE DE PORTO VELHO

A previsão é de que sejam 55 mil. Contudo, no recadastramento realizado pelo Governo do Estado, até agora, menos de 49 mil servidores ativos, inativos e aposentados,  cumpriram as determinações de se apresentar e colocar toda a sua documentação em dia.  O número é impressionante: 3,6 por cento de todos os rondonienses são servidores públicos. Se considerarmos apenas a população economicamente ativa, esse número pode saltar para o dobro. Representa também, por exemplo, 10% de toda a população de Porto Velho.  Nossa máquina pública, assim como a de todos os Estados brasileiros e da União consome, por isso, um grande percentual da riqueza produzida.

 

TEMPO PERDIDO

Foi pra inglês ver. Uma grande encenação, só para fazer a cidade perder tempo com um factoide. Por isso, não foi surpresa a decisão da maioria dos vereadores de Vilhena que optaram por não processar e muito menos cassar o mandato do prefeito  José Rover. As denúncias não tinham consistência e  indício concreto de desvio de dinheiro público, mas apenas erros de gestão. Foi feito um alarde tão grande na cidade, que parecia que Rover  estava envolvido com a Operação Lava Jato, da Petrobras. Só tempo perdido. Uma bobagem que tirou o foco dos graves problemas que a comunidade vive.

 

LADRÕES PASSEANDO

Sem policiamento, até o centro da Capital (que se dirá dos bairros?), fica entregue à insegurança pública. Na madrugada de sábado, por exemplo, bandidos tiveram todo o tempo do mundo não só para explodir o caixa eletrônica da agência dos Correios, em pleno coração da cidade, como ainda, tranquilamente, pegaram o que pudera e saíram tranquilamente, como se estivessem num passeio. Muito tempo depois, apareceu a polícia. Daí, é claro, não adiantava mais nada., Será que meia dúzia de viaturas são suficientes para policiar uma cidade enorme e violenta como Porto Velho? A resposta todos sabem!

 

CATASTROFISMO

O acidente de Mariana, em Minas acirrou os catastrofistas. Por aqui, o assunto acabou se tornando destaque até na Assembleia, com pedido de audiência pública para discutir “o rompimento das barragens do rio Madeira”! Impressionante como postagens irresponsáveis nas redes sociais, acabam em pauta até para eventos deste porte. Montagens fotográficas mostrando Porto Velho sendo destruída, publicadas sem um pingo de responsabilidade, certamente serão utilizadas para assustar a população. Já sobre a vida real, como por exemplo onde foram aplicados os milhões e milhões de reais dos royalties já pagos pelas usinas, não se fala!

 

PERGUNTINHA

Será com os 2 milhões e 400 mil de gastos com a iluminação e enfeites de Natal em Porto Velho, a cidade chegará ao menos um pouco perto da maravilha noturna que se tornou Ji-Paraná, nesta época do ano?

Leia o Blog:   www.opiniaodeprimeira.com.br