Rondônia - 17 de outubro de 2018
Home / Notícias / Colunas / Andréia Perioto / Crise? E Agora!?

Crise? E Agora!?

Por-que-você-não-deve-cortar-o-marketing-de-conteúdo-em-tempo-de-crise-620x316

Artigo, Por Andréia Perioto – Crise é a palavra do momento. Nestes dias parece impossível ter uma boa conversa sem que essa bendita palavra esteja em nosso meio. Mas afinal, qual a definição de crise?

Crise é uma mudança brusca ou uma alteração importante no desenvolvimento de um qualquer evento/acontecimento. Essas alterações podem ser físicas ou simbólicas. Crise também é uma situação complicada ou de escassez.

A crise é inevitável, pode vir de diferentes fatores e em várias áreas ao mesmo tempo; gera medo, instabilidade, aflição, porque ela sempre vem acompanhada de notícias ruins… É uma encruzilhada, é um novo ponto de partida, uma oportunidade de virada, de mudança, enfim, crise é a maior oportunidade de Deus agir, mas tudo está totalmente vinculado a como enxergamos a crise, pois nossa visão pode nos levar a derrota ou a vitória, uns fracassam outros se tornam vencedores, na crise se revela quem são os verdadeiros heróis.

 

Onde está sua crise?

Sim, o Brasil está em crise, mas será que esse é seu problema? Onde está sua crise?

O princípio da virada está no reconhecimento do problema. Quando consigo fazer um diagnóstico real da situação em que me encontro, consigo traçar um plano de mudança.

A crise pode gerar outras crises, assim como o salmista declara na primeira parte do Salmos 42:7: Um abismo gera, ou chama outro abismo… Por exemplo, quando passamos por crise financeira, se não mantivermos os pés no chão e a cabeça firmada na palavra, certamente junto passaremos por crise familiar. Por isso é de extrema necessidade que no dia da crise, seja feito uma análise, pesado os prós e os contras, visto onde estão as falhas, e com força e coragem fazer ajustes traçando um plano de mudança, quando reconheço que algo não está bom, é hora de LUTAR.

O futuro não acontece simplesmente, ele é criado por pessoas que enxergam oportunidades em meio ao caos. Deus olhou algo sem forma e vazio, e criou o mundo e tudo o que nele há Gn 1.

Mas o que fazer em meio à crise?

1º – Lutar – Josué 1:9

Não to mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não temas, nem te espantes; porque o SENHOR teu Deus é contigo, por onde quer que andares.

Crise geralmente está ligada a mesmice, desleixo, inadimplência, descaso e coisas semelhantes. Quando detecto o porquê entrei na crise é hora de lutar. Na crise não podemos buscar culpados, mas trazer soluções.

Talvez em sua análise, você entrou em crise por falha de segundos ou terceiros, mas não é hora de acusações, pois toda crise é uma grande oportunidade de mudanças pessoais, posso melhor ou piorar em uma crise, tudo é uma decisão pessoal.

2º – Não buscar atalhos – Eclesiastes 3:1-8

1 – TUDO tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.

2 – Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou;

3 – Tempo de matar, e tempo de curar; tempo de derrubar, e tempo de edificar;

4 – Tempo de chorar, e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de dançar;

5 – Tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar, e tempo de afastar-se de abraçar;

6 – Tempo de buscar, e tempo de perder; tempo de guardar, e tempo de lançar fora;

7 – Tempo de rasgar, e tempo de coser; tempo de estar calado, e tempo de falar;

8 – Tempo de amar, e tempo de odiar; tempo de guerra, e tempo de paz.

O “jeitinho brasileiro”, soluções fáceis, precisam ficar fora da crise, temos que respeitar o tempo determinado.

Toda mudança, execução de projetos, mudança de mente (Rm 12:1), leva tempo. Muitos na hora da crise voltam aos velhos costumes, voltam a mentira, a pornografia, ao engano, a baixa estima… Na crise precisamos manter nossa postura, ser firmes, vigilantes. Não buscar respostas imediatas, pois o que Deus tem para nós são bênçãos eternas. Provérbios 24:10 – Se te mostrares fraco no dia da angústia, é que a tua força é pequena.

Crise não é lugar de fuga, de retroceder, de fugir do local que já foi conquistado,é lugar de vencedores!

Reconheço que estou em crise, mas assim como Moisés eu declaro: Se tua presença não for comigo, não saio deste lugar –Êxodo 33:15.

 

3º – Tire os olhos da circunstancias – Mateus 14:24-30

24 – E o barco estava já no meio do mar, açoitado pelas ondas; porque o vento era contrário;

25 – Mas, à quarta vigília da noite, dirigiu-se Jesus para eles, andando por cima do mar.

26 – E os discípulos, vendo-o andando sobre o mar, assustaram-se, dizendo: É um fantasma. E gritaram com medo.

27 – Jesus, porém, lhes falou logo, dizendo: Tende bom ânimo, sou eu, não temais.

28 – E respondeu-lhe Pedro, e disse: Senhor, se és tu, manda-me ir ter contigo por cima das águas.

29 – E ele disse: Vem. E Pedro, descendo do barco, andou sobre as águas para ir ter com Jesus.

30 – Mas, sentindo o vento forte, teve medo; e, começando a ir para o fundo, clamou, dizendo: Senhor, salva-me!

Enquanto Pedro agiu por fé conseguiu andar sobre as águas (caminhou sobre a crise), quando olhou as circunstâncias, afundou. Não importa como as coisas estão, não importa o que falam, o que importa é o que o céu diz a respeito da crise enfrentada, o que importa é que na crise tenho a oportunidade de criar coisas novas, e na crise tenho a grande oportunidade em mostrar o Deus que eu sirvo, por isso preciso ativar minha fé, preciso crer.

Todas as vezes que olhamos as circunstâncias da crise entramos em desespero, e procuramos por socorro, mas de onde vem o socorro? Davi faz essa pergunta quando olhou para os montes (quais os montes você tem enfrentado), e no Salmo 121 ele responde que o socorro vem do Senhor que fez os céus e a terra. O socorro não vem de pessoas, do governo, de amigos, do pastor ou igreja, não vem da família, o nosso socorro vem do SENHOR. Precisamos tirar os olhos dos montes e fixá-los no alto de onde vem o socorro.

4º – Obedecer – I Samuel 15:22

Porém Samuel disse: Tem porventura o SENHOR tanto prazer em holocaustos e sacrifícios, como em que se obedeça à palavra do SENHOR? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar; e o atender melhor é do que a gordura de carneiros.

Na crise é tempo de obediência, os princípios bíblicos não podem ser quebrados por causa da crise.

É na crise que provamos que nossa vida está nas mãos de Deus. Em Marcos 4:32, Jesus está dormindo no barco quando a crise da tempestade se instaura, mas Ele sabia que sua vida estava firmada nas mão de Deus e agiu por fé, mostrou que sua fé não estava firmada na segurança do barco, mas sim em Deus. Onde está sua fé?

Quando tenho fé, não tenho dificuldade em obedecer pois sei que tudo coopera para o bem daqueles que amam a Deus – Rm 8:28.

Na crise somos testados a realmente mostrar o Fruto do Espírito – Gl 5:22 – 25, pois se vivo em obediência e fé, se sou d’Ele e Ele habita em mim, a crise não irá me derrotar, ela será a oportunidade em que alcançarei lugares altos.

Assim como Jesus é o ÚNICO caminho que nos leva a Deus, a obediência é o caminho que nos conduz a bênção.

Seja próspero em meio as suas crises – Por Andréia Perioto.