Rondônia - 20 de novembro de 2018
Home / Notícias / Colunas / Painel Político / Presidente da CAERD vai para Argentina com assessor e juntos recebem mais de R$ 34 mil em diárias

Presidente da CAERD vai para Argentina com assessor e juntos recebem mais de R$ 34 mil em diárias

alan alex painel politico

Coluna Painel Político, Por Alan Alex

CAERD virou cabide de empregos para apaniguados do governo e aliados. Até Euclides Maciel está na companhia que está quase falida

Azedou

O Brasil acordou mais leve nesta quarta-feira com o anúncio da prisão do senador petistaDelcídio Amaral (MS), acusado de obstruir as investigações da Operação Lava-Jato e armar um plano mirabolante para dar fuga a Nestor Cerveró, ex-diretor da Petrobrás que está preso por desvios na companhia. O filho de Cerveró, que via o pai agonizar lentamente no cárcere, gravou conversa com o senador Delcídio, e o banqueiro André Esteves (CEO do Banco BTG Pactual), onde tratavam de organizar uma rota de fuga para Cerveró, além de sua manutenção financeira durante seu período como foragido. A gravação fez parte de um acordo de delação premiada de Cerveró com a equipe da Lava-Jato e fez Delcídio Amaral entrar para a história do Brasil como o primeiro senador a ser preso no exercício do mandato.

Coisa de criminoso

O que mais espanta é ver um legislador da mais alta Casa do País se prestar a esse papel de quadrilheiro, bandido vagabundo da pior espécie, que trama uma fuga, financia com dinheiro roubado e ainda afirma, na conversa, “que faria um discurso político duro” para pressionar o STF e “acabar com a Operação Lava-Jato”. Delcídio Amaral é gente da pior espécie, um marginal que se esconde junto a outros marginais sob a proteção do manto da imunidade parlamentar. O Senado sequer deveria discutir se mantém ou não a prisão. Tinha que manter e já cassar seu mandato. Ele não é digno de estar no Senado Federal. A Casa já não anda lá essas coisas em termos de moral, basta olhar o currículo do presidente…

Por aqui

A coisa anda meio, digamos, estranha. Explico. O Sindicato dos Urbanitários (SINDUR) protocolou há alguns meses denúncia contra a atual diretora da CAERD, Iacira Azamormostrando a quantidade absurda de servidores comissionados que a companhia tem atualmente. E todos com altos salários. Eles estiveram no Ministério Público Estadual, Tribunal de Contas e Assembleia Legislativa. Sabe o que foi feito até hoje? Nada!

Mas tem mais

A Caerd tem servidor de tudo quanto é lado lotado por lá, tem também policiais civis e servidores de outras secretarias. Virou um coração de mãe, onde sempre cabe mais um. Abrigou até o ex-deputado estadual Euclides Maciel, alguns de seus ex-assessores e até sua nora. E a companhia já está contando com uma desoneração na folha de pagamento, algo em torno de R$ 400 mil de servidores que optaram pela transposição, para colocar mais comissionados por lá. O último concurso feito pela Caerd está para expirar, mas a empresa não chama os aprovados.

Outro problema

Em maio desse ano PAINEL POLÍTICO alertava para a possibilidade de Porto Velho vir à ficar sem as obras de saneamento, que estavam sendo licitadas em um pacote só no valor global de mais de R$ 700 milhões. Uma empresa venceu a licitação mas até hoje as obras que já deveriam estar em andamento não começaram. Onde está o dinheiro? Cadê o projeto? Porto Velho continua do mesmo jeito e agora começa o período chuvoso. Na Caerd ninguém sabe de nada. Quer dizer, sabe, o dia que o salário cai na conta. Só para lembrar, abrigada por lá está a ex-queridinha de Confúcio, Míriam Spreáfico, que foi secretária da Sejus.

Enquanto isso

A presidente da CAERD, Iacira Azamor, junto com um assessor que é policial civil, esteve em Buenos Aires (Argentina) entre os dias 17 e 21 deste mês participando do 5º Encuentro ALOAS 2015. Sabe o que isso significou para Rondônia? Apenas o pagamento das diárias de ambos, que totalizou mais de R$ 34 mil pelos 4 dias que eles ficaram fora. Sabe qual o valor da diária? U$ 1.000. Isso mesmo, mil dólares. A cotação que eles usaram foi a de R$ 4,50.

Virou festa

Secretário da Sedam em Paris, a diretora da Caerd em Buenos Aires e Rondônia afundando. Governador Confúcio Moura, o senhor não está vendo isso não? Essa turma fica inventando viagem a torto e a direito e ninguém faz nada? Cadê o Ministério Público, Tribunal de Contas, polícia, Chapolin colorado, Capitão América, bombeiros (ops), alguém precisa brecar essa sangria. O Ministério Público realizou operação nesta quarta-feira em Vale do Paraíso e prendeu seis pessoas por um desvio de míseros R$ 64 mil. Só as diárias que a presidente da Caerd, seu assessor, o secretário da SEDAM e o “técnico” que o acompanhou (o fiscal de postura do município de Porto Velho à disposição do estado) já totalizam isso. Se bobear até ultrapassa (é só incluir o valor das passagens).

Conheça maus hábitos responsáveis pelo desgaste precoce do carro

O Grupo LF (Mitsubishi, Citroen e Peugeot) alerta para alguns maus hábitos dos motoristas que terminam danificando os veículos. Deixar o câmbio em ”ponto morto” (modo neutro, sem engate em marcha) – Ao contrário do que muitos motoristas pensam deixar o cambio em ponto morto em descidas (lombas) não promove economia de combustível; Transitar em locais alagados – Trafegar em zonas com nível alto de água pode provocar infiltração em componentes e até mesmo calço hidráulico, que consiste na absorção de água pelo sistema de admissão do motor; Fazer arrancadas intensas – O que muitos motoristas fazem para chamar a atenção no trânsito, arrancar o carro ocasiona o desperdício de combustível, desgaste dos pneus, dos freios e dos coxins; Usar óleo vencido/ Não trocar óleo – Segundo Francisco Oliveira, gerente da Copagra, tal costume ocasiona a degeneração do lubrificante e o surgimento de depósitos de borra ou carvão, nocivas ao bom funcionamento do motor; Rodar com o carro desalinhado/ Falta de geometria – Não realizar a geometria regular do jogo de rodas, não só torna a direção desconfortável, como também pode impactar no desgaste de pneus, que acabam exigindo mais esforço do veículo do que o normal, e, consequentemente, o maior gasto de combustível.

#xatiado

Piada que corre em Rondônia diz que o senador Ivo Cassol anda chateado pelo fato não estar na Lava-Jato. Não pelas prisões e confusões, óbvio, ele já tem as dele. Estaria #xatiado porque adoraria ter um contrato com a Petrobrás… maldade. O italiano não precisa disso.

Sortudo

Mas uma coisa ele tem de sobra. Sorte. Cassol estava na fila para ser o primeiro senador preso no mandato, por decisão do Supremo Tribunal Federal que o condenou a 4 anos e 8 meses de prisão por direcionamento de licitação. Em função de uma ação complexa, o STF retirou o caso da pauta e não marcou nova data. Mas eis que na manhã desta quarta-feira a Polícia Federal prendeu o senador Delcídio Amaral, que está no mandato e usando-o para obstruir investigação policial. Cassol se livrou dessa.

Falando sério

Impressiona a cara de pau dos advogados de Delcídio Amaral e André Esteves sobre a prisão de seus clientes. Não se tratou de delação, foi uma gravação, nítida, onde aparece a voz de ambos tratando de crimes. É cadeia mesmo. Não existe “suposta acusação”. Só aqui no país do faz de contas que ladrão tem que ser chamado de “suspeito”.

Reflexo

A prisão de Delcídio acendeu todas as luzes de alerta no Senado. Os nobres representantes perceberam que não são mais intocáveis. Deviam ter prendido o Collor e o Renan…

É nesta quinta

Acontece nesta quinta-feira, 26, na sede do Nogueira Vasconcelos Advogados, à Av. Lauro Sodré, 2.331, Bairro Pedrinhas, o 1º Seminário Tendências Econômicas do Norte, no período das 9 ao meio-dia. O evento contará com a participação de Gleysson Mato e Luiz Rabi, dois importantes executivos da Serasa Experian que debaterão os cenários econômicos do Norte para 2016. A inscrição é gratuita, pelo email: [email protected]

Adolescentes com mais de 300 amigos no Facebook são mais estressados

Os adolescentes que têm mais de 300 amigos no Facebook são mais estressados. É o que diz um estudo publicado recentemente no periódico cientifico Psychoneuroendocrinology. Pesquisadores da Universidade de Montreal, no Canadá, analisaram 88 adolescentes com idade entre 12 e 17 anos para saber se a popularidade online poderia levar a uma situação de mais pressão no grupo de amigos. Os participantes então relataram quantos amigos tinham no Facebook, além da frequência que utilizavam a rede social. Durante três dias foram coletadas amostras de sangue para medir os níveis de cortisol, hormônio relacionado ao stress. As informações são do jornal britânico The Telegraph. Os resultados mostraram que adolescentes com muitos amigos (mais de 300) na rede social apresentaram níveis mais elevado de cortisol. De acordo com os pesquisadores, uma possível explicação para a associação é que, na adolescência, ter “muitos amigos” pode significar sofrer maior pressão social em vez de ter apoio do grupo. A longo prazo, níveis altos de cortisol podem causar redução no tamanho do cérebro e diminuir a fabricação de novos neurônios, o que afeta a concentração, a tomada de decisões e as interações sociais. Estudos anteriores também mostraram que níveis elevados do hormônio em jovens de 13 anos poderia levar ao desenvolvimento de depressão na fase adulta.

Fonte: Painel Político