Home / Notícias / Norte / Rondônia / Sebrae em Rondônia consegue o direito de uso da Marca Pirarucu da Amazônia junto ao INPI

Sebrae em Rondônia consegue o direito de uso da Marca Pirarucu da Amazônia junto ao INPI

O projeto Pirarucu da Amazônia é executado pelo Sebrae Nacional e pelos Sebraes da Região Norte nos estados do Acre, do Amapá, Amazonas, Rondônia, Roraima e Tocantins. Tendo a Embrapa Aquicultura e Pesca e o Ministério da Pesca como parceiros, o trabalho apresenta uma série de características positivas para a criação intensiva da espécie, que tem crescimento rápido, 10 kg no primeiro ano, boa tolerância ao adensamento e condições de cultivo intensivo em ambientes tropicais.

Preocupados com a identidade visual, os gestores do projeto em Rondônia contrataram uma empresa de design gráfico e logo após ter realizado a construção de consenso, junto aos demais agentes Sebrae da região Norte e parceiros, foi finalizada uma marca para o projeto. Em 2013 o Sebrae em Rondônia deu entrada no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) solicitando o registro da marca  PIRARUCU DA AMAZONIA, depois de quase 3 anos em análise, o INPI concedeu este mês  o direito de uso da marca.

unnamed

O projeto tem por objetivo difundir o cultivo do pirarucu em cativeiro e a marca surge para comunicar esse objetivo. Seu criador, designer Vicente Carvalho, da Carvalho Design & Comunicação, diz que ela parte do conceito de multiplicação, pois no centro do globo, além do mapa amazônico que remete ao âmbito da região Norte, possui a silhueta do pirarucu várias vezes, o que reforça a intenção de aumentar a produção deste peixe. É uma marca que apresenta consistência e uniformidade, certamente ao se estabelecer será facilmente reconhecida e evidenciada entre as demais.

Para maiores informações sobre as atividades do Sebrae em Rondônia, ligue 0800 570 0800 ou acesse www.ro.sebrae.com.br.