Home / Notícias / destaque / Aumento anual? Estão é gozando da nossa cara!

Aumento anual? Estão é gozando da nossa cara!

conta de energia em roColuna Opinião de Primeira, Por Sérgio Pires – A notícia não poderia ser pior: as contas de energia, que já estão um absurdo, chegarão ainda mais caras a partir deste dezembro. Para o consumidor residencial, o reajuste vai chegar a quase 13 por cento.  O aumento não seria tão trágico, se, além dele, o governo ainda não tivesse aproveitado a ocasião para gozar da nossa cara. A Aneel, qe autorizou o achaque, teve o desplante de informar, em nota oficial, que “o reajuste anual!” autorizado para Rondônia será na faixa de 12,58 por cento, um pouco acima da inflação oficial. Ora, aumento anual onde, cara pálida? Esse será um dos quatro ou cinco aumentos deste ano, alguns pornográficos. São inúmeros os exemplos de casos, a o consumidor teve aumentos de 40, 50 e até 60 por cento em suas contas. A prova maior de que o consumidor já não suporta tanto preço alto na sua conta, é o alto índice de inadimplência. Gente que pagava 50 reais por mês, passou a pagar até 90 reais. Os que gastavam entre 600 e 700 reais, passaram para em torno de 900 reais ou mais de 1 mil reais. Com a tal banda vermelha, então, a vergonhosa forma de  arrancar o que se pode do povo, chegou a patamares incríveis. Daí vem a Aneel e com a maior cara de pau, como se estivesse lidando com descerebrados, com a  petulância de anunciar o “aumento anual”!

Outra explicação. A Aneel  diz que  encargos setoriais e o custo da energia foram ainda fatores que conduziram ao índice de reajuste tarifário da concessionária, a Eletrobras Rondônia.Seria plausível e justo, caso os aumentos durante o ano não tivessem sido contínuos e absurdos. O Brasil e seu governo incompetente, sofrendo de obesidade mórbida, tenta transformar o consumidor em escravo dos impostos., Só não conseguirá se o povo aprender a votar, para aprender a não mais colocar sangue sugas no poder. Tomara!

 

CORRUPÇÃO SEM FIM

Mais uma ação do MP e da polícia civil manda para a cadeia várias pessoas ligadas à administração municipal. Dessa vez foi em  Vale do Paraíso. Lá foram presas a  mulher do prefeito, que é secretária municipal; dois vereadores atuais, dois ex vereadores e um ex gestor da Prefeitura, que hoje mora em Ouro Preto.  A sucessão de casos envolvendo gestores e assessores municipais já chegou a mais de uma dezena e meia de cidades rondonienses, incluindo as muito pequenas e pobres, onde só se dão bem os apaniguados e amigos do rei. De um lado, comemora-se  limpeza que está sendo feita. De outro, se lamenta sobre o tipo de gente que as comunidades elegem. Uma tristeza!

 

JOSELITA FORA

A eleição em Ouro Preto do Oeste não terá, no ano que vem,  participação de personagem importante  da história política da cidade.  A  ex-prefeita e atual vice  prefeita Joselita Araújo, já decidiu que não vai concorrer em 2016. Ela chegou a substituir o prefeito ex Alex Testoni durante o afastamento dele, mudou a equipe e colocou seu estilo de trabalho. Agora que Alex voltou, Joselita foi cuidar da sua vida. As já avisou: depois de quase 35 anos de vida pública, a hora é cuidar de si, da saúde e da família. Quem tem a política no sangue, conseguirá mesmo ficar de fora?

 

NOMES NÃO FALTAM

Embora seja  muito cedo, os nomes que irão entrar na briga pela Prefeitura daquela cidade  já começam a serem citados com maior insistência. Há os casos de Rosária  Helena, ex deputada estadual e primeira suplente da Câmara Federal, que começa com seu nome em alta. O atual deputado estadual Marcelino Tenório é outro personagem que cresce nas conversas políticas. Nunca está fora delas Carlos Magno, ex prefeito por dois mandatos e deputado federal. Um quarto nome poderá vir da faília do ex deputado João da Muleta. Quem sabe ele mesmo. E breve, os acordos começam  definir quem vai e quem cairá fora…

 

PIMENTEL ALERTA

Embora tenha dito que não quer ser pessimista, o secretário de saúde do Estado, Williames Pimentel (e o nome mais citado pelo PMDB como seu futuro candidato a Prefeito em Porto Velho), disse em encontro com representantes da área d saúde em Vilhena, que a tendência para o setor, no ano que vem, será piorar. “Se não tiver uma força política no Congresso para estabelecer, seja dinheiro da CPMF, da cuia de tacacá, da cabaça que dá em árvore, seja qual for o nome que irão dar, se não entrar dinheiro dentro do sistema, nós vamos piorar ainda mais, vamos afundar, vamos para a UTI”, disse Pimentel.

 

MENOS 12 BILHÕES

Pimentel deu números. Ele ainda destacou que “não há condições de manter o sistema sem aporte de recursos novos”  Para o secretário, O rombo de 12 bilhões de reais, que foi contingenciado pela equipe econômica para conter a crise do déficit primário vai impactar na saúde, inclusive, podemos nem receber os recursos do Fundo Nacional de Saúde no mês que vem”, disse. Pimentel salientou em sua fala que os secretários de Estado da Saúde de todo o país estão pressionando o ministro da área para que ele libere 4 bilhões para pagar o total de débitos, ao menos os referente ao que deve no mês de dezembro.

 

PERGUNTINHA

Não está dando a impressão que a série de denúncias e até prisões de amigos e familiares próximos ao ex presidente Lula, estão levando as investigações  Lava Jato para cada vez mais perto dele?

Leia o Blog:   www.opiniaodeprimeira.com.br