Rondônia - 19 de julho de 2018
Home / Notícias / Famosos e Variedades / Angélica sentiu alívio em acidente de avião: "Estaria angustiada sozinha"

Angélica sentiu alívio em acidente de avião: "Estaria angustiada sozinha"

angelica-se-emociona-no-mais-voce-1448626929065_300x300

Três dias antes de completar 41 anos, Angélica relembrou o início da carreira, o início do namoro com Luciano Huck e o acidente de avião que sofreu com a família neste ano em bate-papo com Ana Maria Braga no “Mais Você” desta sexta-feira (27).

Ao rever imagens do pouso de emergência do avião em Campo Grande (MS) no mês de maio, a apresentadora disse achar estranho assistir à cena. Ela falou que, no momento do acidente, chegou a sentir alívio por estar com toda família reunida, ainda que considere difícil de explicar o que sentiu naqueles minutos dramáticos.

“Se eu estivesse sozinha iria estar angustiada de deixá-los [os filhos e o marido]. É complicado das duas formas. Teve um momento que achamos que iríamos morrer. Deu como se fosse um alívio, vamos embora todo mundo junto. Deu um silêncio no coração, como se estivéssemos dentro de um vácuo. Como se todos estivessem na mesma frequência”, afirmou.

Ela disse que passou a dar valor para as pequenas coisas, como problemas corriqueiros do trabalho. “Se Deus me deu essa chance de viver, vou viver bem e feliz. Ninguém vai tirar essa minha felicidade porque ele [Deus] não quer”,  declarou.

A pedido da produção do “Mais Você”, Luciano Huck gravou um depoimento surpresa. “Hoje vivo para fazer essa mulher feliz. Foi um ano que tivemos a chance de continuar vivendo a nossa história. Sou um cara abençoado por ter essa segunda chance e muito feliz por ter ela como minha parceira para vida toda”, homenageou, deixando Angélica emocionada.

O namoro de Angélica e Luciano Huck foi assumido pela primeira vez durante uma participação da apresentadora no “Mais Você”, em 2003. “Que vergonha eu estava. A gente não sabia se o negócio  iria vingar. Fiquei com medo de falar. Estávamos com medo de assumir e não dar certo”, compartilhou.

“A gente tinha medo porque como sentíamos uma verdade muito grande, sentíamos que qualquer coisa poderia atrapalhar isso. A gente sentia que era especial e poderia dar errado se tivesse uma intervenção errada. Foi pura intuição, de preservar”, explicou.
Ela contou que foi o apresentador do “Caldeirão” quem contou para os pais dela sobre a primeira gravidez. “Meus pais conheciam ele pouco, estávamos namorando há quatro, cinco meses. Ele disse para os meus pais que tinha duas notícias para dar. ‘A boa é que a gente vai casar e a melhor ainda é que a Angélica está grávida'”, disse.
Estreia na TV no programa do Chacrinha
Ana Maria mostrou uma foto dela com quatro anos, quando participou de um concurso do programa do Chacrinha.
“A minha mãe me levou no concurso para curar um trauma. Eu era muito tímida. Ela me levou lá com um monte de gente porque a única coisa que eu gostava de ver na televisão era o Chacrinha. Ele me levou no camarim, ficou comigo no colo. Foi supercarinhoso. Lembro de flashes dele”, disse.

A apresentadora contou que a partir daí começaram a surgir os convites de agências de publicidade. “Eram muitas fotos, muitos desfiles. Quase não tinham crianças como hoje em dia fazendo aquilo”, afirmou.

“Eu ganhava um dinheiro e ajudava muito a minha família. O meu pai guardava dinheiro para mim, daí comprou um carro e falou que era meu. Eu era uma menina”, completou.

Em seguida, Angélica comentou sua estreia como apresentadora, no programa “Nave da Fantasia”, da TV Manchete. “Eu achava isso que a gente faz uma coisa muito distante. Quem fazia isso era ET. Tinha a Xuxa, que tinha ido para Globo, o Balão Mágico…eram alguns”, falou.

A apresentadora assistiu a uma versão do primeiro clipe do hit “Vou de Táxi”, de 1988, e uma paródia da canção com as amigas Fernanda Souza e Preta Gil. “Nesse tempo todo, desde o Chacrinha, posso me gabar das amizades que eu construí e do amor que tenho dessas pessoas”, declarou.

Fonte: Uol