Rondônia - 21 de Abril de 2018
Home / Notícias / Norte / Rondônia / Homem mata esposa a facadas e esfaqueia afilhado de 07 anos

Homem mata esposa a facadas e esfaqueia afilhado de 07 anos

homem-mata-esposa-a-facadas-e-esfaqueia-afilhado-de-07-anos489x346_49371aicitono_1a54uetpmfi3qks12181l7h1kbga

Cacoal, RO – A barbárie que resultou na morte de uma mulher de 31 anos de idade e na tentativa de homicídio contra seu filho de apenas 07 anos, ocorreu por volta de 13h45 desta quinta feira (26), em uma residência localizada na Rua dos Pioneiros no Bairro Floresta em Cacoal – RO.

De acordo com informações, Paulo Regis Ferreira, 28 anos, teria iniciado uma discussão com Bruna Danielli Figueiredo, 31 anos, com quem vivia maritalmente e, em determinado momento, se apossou de uma faca e passou a desferir vários golpes, enquanto a vítima gritava para que seu filho corresse para a rua.

Após esfaquear a mulher, Paulo Regis ordenou para que a criança voltasse para a residência e lhe atingiu com um golpe contundente de faca na região do abdômen deixando as vísceras expostas.

A Polícia Militar foi acionada e diante da grave denúncia, as guarnições de Rádio Patrulha se deslocaram rapidamente ao local da ocorrência. Ao chegarem ao endereço, os PM’s ainda foram impedidos pelo infrator de adentrarem no quintal da casa, mas logo conseguiram convencer Paulo Regis a se entregar.

Ao adentrar no quintal, um dos PM’s foi surpreendido pela criança, que saiu de dentro do imóvel segurando as vísceras e disse: “Tio me salva, Por Favor. Senão eu vou morrer também”, olhando o corpo da mãe estirado ao solo. Diante da situação, o menor foi socorrido às pressas até o Hospital São Daniel Comboni, onde foi submetido a um procedimento cirúrgico e depois foi transferido para a UTI Pediátrica do Hospital Regional de Cacoal.

Paulo Regis recebeu voz de prisão e foi conduzido até a Delegacia de Polícia Civil. O acusado teve o auto de prisão em flagrante lavrado pelo delegado plantonista e foi entregue na Casa de Detenção, onde permanecerá a disposição da justiça.

Durante o deslocamento até a delegacia, o acusado teria dito que a motivação do crime foi porque o menor, que era filho apenas da mulher, teria o feito passar vergonha em um local, onde os três estavam antes de chegarem em casa.

Fonte: Alerta Noticias

noticias doidas