Rondônia - 17 de outubro de 2018
Home / Notícias / Concursos / Pernambuco – O que cai na prova do concurso do CRO

Pernambuco – O que cai na prova do concurso do CRO

CRO-PE-logao-300x64O Conselho Regional de Odontologia de Pernambuco (CRO – PE) abriu concurso com 750 vagas para candidatos de níveis médio e superior. Se você deseja participar do certame, veja o que cai na prova. Selecionamos os principais conteúdos para você!

Adiante seus estudos para esta prova!
Compre aqui: Apostila Completão dos Concursos

Para saber mais detalhes e baixar o edital, veja a página do Concurso CRO – PE.

Língua Portuguesa (para todos os cargos): Compreensão e interpretação de textos, com domínio das relações morfossintáticas, semânticas, discursivas e argumentativas. Tipologia textual. Coesão e coerência. Ortografia oficial. Acentuação gráfica. Pontuação. Formação e emprego das classes de palavras. Significação de palavras. Sintaxe da oração e do período. Concordância nominal e verbal. Regência nominal e verbal. Emprego do sinal indicativo de crase. Processo de comunicação: Intencionalidade Discursiva. Elementos Constituintes da Comunicação. Intertextualidade. Desenvolvimento textual: elaboração de relatórios projetos e planejamentos.

Noções de Informática (para todos os cargos): Conceitos básicos: novas tecnologias e aplicações, ferramentas e aplicativos, procedimentos de informática, tipos de computadores, conceitos de hardware e de software. Ambiente Windows (versões 7, 8, 10 e RT): noções de sistemas operacionais, programas e aplicativos e conceitos de organização e de gerenciamento de informações, arquivos, pastas e programas. Microsoft Office (versões 2010, 2013 e 2016): Word (editor de textos), Excel (planilhas), Power Point (apresentações), Outlook, OneNote e Lync. Redes de computadores: conceitos básicos, ferramentas, aplicativos e procedimentos de internet, extranet e intranet. Programas de navegação: Microsoft Internet Explorer, Mozilla Firefox, Google Chrome, Safari e Opera. Utilização de internet: Sítios de busca e pesquisa, ambientes colaborativos. Redes sociais, computação nas nuvens (cloud computing). Segurança da informação: noções de vírus, worms e outras pragas virtuais, técnicas de fraude e invasão de sistemas, aplicativos (antivírus, firewall, antispyware etc.), procedimentos de segurança e backup.

Atualidades (apenas para os cargos de nível médio): Brasil: política, cultura, economia, saúde, educação, sociedade e atualidades. Políticas públicas. Direitos sociais. Ética e cidadania. Qualidade de vida. Meio Ambiente. Ecologia. Proteção e preservação ambiental. Mundo: continentes, divisão política e geográfica. Cenário internacional: cultura, economia, política, ambiente. Tecnologia, avanços e descobertas científicas e tecnológicas. Globalização. Interesse geral: assuntos nacionais ou internacionais, amplamente veiculados nos últimos dois anos, suas inter-relações e suas vinculações históricas.

Legislação (para todos os cargos): Conceito de administração pública sob os aspectos orgânico, formal e material. Princípios da administração pública. Órgão público: conceito e classificação. Conceitos de Administração direta e indireta. Conceitos de Autarquias, Fundações públicas, Empresas públicas e privadas, Sociedades de economia mista, Entidades paraestatais. Atos administrativos.

Conhecimentos específicos: Cada cargo exige diferentes matérias de conhecimentos específicos. Confira no edital!

Critérios de desempate:

Para os cargos de nível médio, em caso de empate terá preferência o candidato que, na seguinte ordem:
– Tiver idade igual ou superior a sessenta anos, até o último dia de inscrição neste concurso público, conforme o § único do artigo 27 do Estatuto do Idoso;
– Obtiver a maior nota na prova de Conhecimentos Específicos;
– Obtiver a maior nota na prova de Língua Portuguesa;
– Obtiver a maior nota na prova de Legislação;
– Obtiver a maior nota na prova de Noções de Informática;
– Obtiver a maior nota na prova de Atualidades;
– For mais idoso entre aqueles com idade inferior a 60 anos.
Fonte: Nova Concursos