Rondônia - 19 de julho de 2018
Home / Notícias / Norte / Rondônia / Advogado requer ao MPF intervenção no Hospital Regional de Vilhena

Advogado requer ao MPF intervenção no Hospital Regional de Vilhena

h_regional_vilhena

Em petição protocolada ontem (quarta-feira 24) na unidade local do Ministério Público Federal, o advogado Caetano Vendimiatti Neto denuncia suposto descaso e mal uso de verbas públicas no setor da saúde gerido pelo Município. Tomando com base relatórios de repasses de verbas federais a administração vilhenense, o denunciante questiona o que considera como “graves ocorrências” que tem gerado “vários óbitos diários”. Em sua denúncia Caetano enumera repasses federais diversos feitos para o sistema de saúde pelo governo federal, os quais apenas este ano somaram mais de 22 milhões de reais.

O advogado relaciona problemas que detectou no atendimento do Hospital Regional de Vilhena, os quais seriam derivados de descaso e que não teriam “devida apuração administrativa”. Ele listou como exemplos a falta de medicamentos, falta de oxigênio medicinal, total ausência de material médico, falta de produtos de limpeza, equipamentos em desuso, suspensão de cirurgias por ausência ou falta de profissionais, ineficiência e mal uso de dinheiro público; entre outras situações.

Em seu ponto de vista tal estado de coisas não se justifica, principalmente se for levado em conta o enorme volume de repasses federais, somando os 22 milhões citados acima. “E nem estou colocando na conta o dinheiro do governo estadual e os recursos próprios do Município, cujo piso constitucional é de15% do orçamento. Pra onde está indo todo este dinheiro, já que o sistema só tem piorado”, questiona Vendimiatti.

A denúncia foi protocolada na sede do MPF, endereçada ao procurador Daniel Azevedo Lobo, embasada com artigos do decreto-lei 201/67.

Fonte: Extra de Rondônia