Rondônia - 23 de outubro de 2018
Home / Notícias / Famosos e Variedades / Anitta, Ivete Sangalo e mais cantores reduzem cachê por causa da crise

Anitta, Ivete Sangalo e mais cantores reduzem cachê por causa da crise

206121_ext_arquivo

A crise econômica atingiu também o mercado musical no Brasil. Vários artistas reduziram seus cachês neste ano em comparação com 2014. Em alguns casos o recuo foi de 30%. O gênero mais atingido pela recessão foi o axé, segundo o colunista Leo Dias, do jornal “O Dia”, nesta segunda-feira (30). Mas artistas de outros ritmos também foram atingidos. A dupla Jorge & Matheus que cobrava R$ 500 mil por apresentação, agora ganha R$ 400 mil.

Por causa da crise, de acordo com a publicação, todos os cantores cortaram componentes de suas bandas. Bailarinos também foram demitidos para reduzir os custos com transporte e hospedagem. Apesar da recessão, a música sertaneja tem ainda os cachês mais elevados e é o gênero que mais leva espetactadores em cada show. Segundo a coluna, os empresários desse ramo da música são bem unidos e, assim, mantém forte a força do gênero no interior do Brasil, onde dominam as rádios.

Artistas pedem garantia de bilheteria

Como forma de se preservarem, alguns cantores estão incluindo no contrato garantias de bilheteria ou participação na mesma. A prática passou a ser adotada entre artistas e a casa de shows ou o produtor do evento. Dessa forma, um cantor que cobra R$ 100 mil pede metade como garantia mínima, fora porcentagem na bilheteria. É levado em conta ainda o desempenho dos artistas na região do show.

Para o próximo ano, Luan Santana – um dos convidados do “Show da Virada” (especial da TV Globo) – deve passar a cobrar menos que os atuais R$ 300 mil, segundo seu empresário, Sérgio Bianchini. “A gente deve baixar o preço em 2016 por conta da crise. Estamos estudando essa possibilidade”, contou. Por enquanto, o cachê foi mantido em R$ 300 mil.

Veja novo preço dos cachês de nomes como Anitta e Wesley Safadão

Na comparação entre novembro passado com o mesmo mês deste ano, no eixo Rio-São Paulo, Ivete Sangalo – confirmada como técnica do “The Voice Kids” – reduziu seu cachê de R$ 400 mil para R$ 300 mil. Já Claudia Leitte passou de R$ 280 mil para R$ 150 mil, enquanto Thiaguinho – um dos famosos a comemorar o hexacampeonato do Corinthiansno Campeonato Brasileiro – recuou o cachê de R$ 150 mil para R$ 80 mil.

Até Anitta passou a cobrar menos por shows: se em novembro passado cobrava R$ 100 mil, agora a mulher eleita a mais sexy de 2015 pede R$ 70 mil. Já Ludmilla foi de R$ 80 mil para R$ 50 mil. Mas nem todos sofreram com a crise. Wesley Safadão aumentou seu cachê de R$ 350 mil para R$ 500 mil em um ano.

Fonte: Tribuna Hoje