Rondônia - 25 de setembro de 2018
Home / Notícias / Famosos e Variedades / Novo programa do Tom Cavalcante vai pra cima dos realities shows

Novo programa do Tom Cavalcante vai pra cima dos realities shows

no-bbb-do-no-tom-os-confinados-serao-politicos-1449000896474_615x300

Tom Cavalcante, depois do “Partiu Shopping”, acelerou o passo nas gravações do seu segundo programa do Multishow, ainda sem título definido. A ideia era usar “Talk Tom”, mas algum velhaco, tentando tirar proveito do caso, registrou antes e a saída foi recorrer ao provisório “No Tom”.

O formato prevê três quadros, o primeiro montado à base de um talk show, com ele entrevistando celebridades da música, esporte e da televisão em geral. Só que incorporando sempre os seus conhecidos personagens, como João Canabrava e Pitibicha. Já foram realizadas gravações com Maisa Silva, Ratinho, Danilo Gentili, Marcelo Médici, Thammy Miranda e Andressa Ferreira, Rogéria, Tirullipa… E são aguardados, para esta semana e a próxima, Tiago Abravanel, Valesca, Daniel, o jogador Kaká, Rafinha e Fagner, entre outros. Independentemente do convidado, será sempre um pá pum.

Nos outros dois quadros haverá sátiras ao “Big Brother” e “The Voice”, ambos exibidos pela Globo; no “BBB”, usando imitadores de políticos enquanto o reality musical terá o título de “The Foice”.

A primeira temporada, com 20 episódios, será levada ao ar ainda no primeiro semestre de 2016.

Chegando lá

A Record, aqui no Brasil, está produzindo chamadas de “Os Dez Mandamentos”, para apresentar na sua emissora internacional, a partir de Portugal.

Estreia em 4 de janeiro.

Brasil varonil

Coisas de arrepiar qualquer cristão ainda acontecem neste país, que se orgulha de não ter censura, mas instalou um sinônimo chamado “classificação indicativa”.

Tudo ainda é feito de maneira a enquadrar, com sutileza que não existia no passado, aquilo que é dito e apresentado.

Operação cala boca

E como este é um mal que grassa país afora, chega a informação da demissão do repórter e apresentador Stoff Vieira, da TV Líder, afiliada da Rede TV!, em Tocantins.

Foi mandado embora porque fez críticas ao governador daquele Estado, Marcelo Miranda, no seu programa “Boa Tarde Cidade”.

Bola cantada

O apagão analógico em Rio Verde, cidade goiana que daria start ao processo, foi adiado.

Por enquanto, ninguém sabe para quando. O Ministério das Comunicações, só daqui alguns dias, irá se manifestar sobre o novo cronograma.

Boa medida

Vamos entender como das mais acertadas a transferência desse apagão.

Com tantas outras prioridades e o enorme risco de dar início em algo que só provocaria um pouco mais de caos na vida de muitas pessoas, optou-se pela medida mais equilibrada. Felizmente.

Fonte: Uol TV e Famosos