Rondônia - 19 de julho de 2018
Home / Notícias / Norte / Rondônia / Rondônia discute direitos da pessoa com deficiência em Conferência Estadual

Rondônia discute direitos da pessoa com deficiência em Conferência Estadual

IMG_8799-570x380

“Os desafios na implementação da política da pessoa com deficiência: a transversalidade como radicalismo dos Direitos Humanos” é o tema da IV Conferência Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência, que foi aberta na noite desta terça-feira (1) no Rondon Palace Hotel, em Porto Velho, e segue até esta quinta-feira (3). O objetivo do evento é fortalecer e solidificar as políticas de estado para essa população, e assegurar os direitos humanos à pessoa com deficiência.

A Conferência da Pessoa com Deficiência promove o debate entre os representantes do governo, das instâncias de controle democrático e sociedade em geral sobre temas relevantes para o campo dos deficientes, avaliando avanços e desafios da política estadual e garantia dos direitos, elevando o debate sobre capacidade de proporcionar condições baseada em uma política para a pessoa com deficiência.

Segundo secretária de Estado de Assistência e do Desenvolvimento Social, Valdenice Domingos, abrir o espaço para o debate entre a pessoa com deficiência e entidades mostra que, além de querer incentivar o melhor, o governo vem buscando ser coerente nas discussões da política da pessoa com deficiência. “A Seas vem buscando fortalecer essa política baseando nas políticas de direitos humanos, política essa que nossa secretaria tem a responsabilidade, e vem buscando melhorar a cada dia mais, para que, de fato, os direitos da pessoa com deficiência sejam assegurados, desde a acessibilidade até a empregabilidade”, enfatizou.

IMG_8743-370x247

Os eixos temáticos do evento são: Identidade de gênero e raça, Diversidade sexual e geracional, Órgãos gestores e de instâncias de participação social e Interação entre os poderes federados.

O vice-governador, Daniel Pereira, ressaltou na solenidade que a conferência é um momento fundamental para a sociedade discutir sobre pontos muito importantes, como acessibilidade e inclusão. ”Rondônia vem buscando garantir os direitos das pessoas com deficiência, e este debate é um exemplo. Segundo o Ministério da Saúde, 10% da população tem alguma deficiência, e o objetivo da administração estadual é levar qualidade de vida para todos. Por isso todos estão incluídos em nossas políticas”.

Após a abertura solene, o evento contou com uma apresentação de dança com os alunos da Associação de Professores e Pais de Excepcionais (Apae); seguida da palestra com a representante do Conselho Nacional de Direitos da Pessoa com Deficiência, Valdenora da Cruz, com o tema da conferência.

Fonte: Jaru Online