Rondônia - 17 de outubro de 2018
Home / Notícias / Destaque / Assembleia pega no pé dos frigoríficos e quer fim do cartel

Assembleia pega no pé dos frigoríficos e quer fim do cartel

frigorificoColuna Opinião de Primeira, Por Sérgio Pires – Mais uma vez, uma série de denúncias envolvendo o cartel de frigoríficos em Rondônia estourou na Assembleia Legislativa. Os deputados têm, seguidamente, feito duros discursos e cobranças firmes, exigindo que os benefícios fiscais dados a essas empresas sejam revistos, já que elas não estão beneficiando o Estado, mas sim beneficiando-se dele. O presidente da ALE, Maurão de Carvalho, denunciou, de novo, o baixo preço da carne bovina pago ao produtor rural pelos frigoríficos em Rondônia.  “A coisa está a cada dia pior. O preço da arroba de boi não para de cair, estando hoje a 121 reais. É um preço menor  do que o pago no Pará, que é de 134 reais. “Estados que sempre pagaram menos que nós,  hoje pagam mais”, protestou. Ele sublinhou que “há um cartel que domina o mercado e impõem preços baixos. O pior é que, nos açougues, a carne continua subindo e o consumidor pagando caro”, analisou. Os deputados Adelino Follador, Lazinho da Fetagro, Laerte Gomes, Hermínio Coelho e Marcelino Tenório, também abordaram a questão. Surgiu até a ideia de uma  CPI,  para investigar a fundo o que está acontecendo no setor da produção de carne em Rondônia.

Os frigoríficos, ditando preços muito abaixo do mercado, usufruem de benefícios fiscais que podem chegar a 85 por cento do total dos impostos. Como comandam e mandam nos preços, os produtores estão levando seu gado para outras regiões, para receberem mais. Em São Paulo, por exemplo, recebem 150 reais a arroba. Só que, descompromissados, os frigoríficos quando ficam sem a carne, por não pagarem um preço justo, fecham suas unidades, desemprego centenas de trabalhadores. Os deputados têm mesmo que exigir que as empresas sanguessugas têm é que perder os grandes benefícios que recebem para se instalar por aqui. De vampiros, estamos com o saco cheio!

INAUGURAÇÃO, ENFIM…

A segunda-feira, dia 7, será festiva em Porto Velho. Finalmente, depois de vários na anos desde seu início, será inaugurado oficialmente o coplexo de prédios que formam o Palácio Rio Madeira, que quando lançado, no governo de Ivo Cassol, tinha o nome de Centro Político e Administrativo, o CPA. Quem entregará a vultosa obra, hoje centralizando praticamente toda a estrutura da administração estadual, será Confúcio Moura, o governador que prometeu que a concluiria e o fez. A festa está marcada para as 17h30, junto com o lançamento das comemorações natalinas. Haverá show do cantor rondoniense Allyson Castro e Coral Natalino. O povão está convidado.

ÀS VÍTIMAS, NADA!

Mais um vitória dos criminosos e uma derrota das vítimas. Por firulas jurídicas. Legais, mas lamentavelmente imoral, o júri de três dos acusados do assassinato   jovem Naiara Karine foi mais uma vez transferido. Richardison Bruno Mamede das Chagas, Francisco da Silva Plácido e Wagner Strogulski de Souza seriam julgados na próxima quarta-feira, dia 9. Um pedido dos advogados dos réus, determinou que a Justiça acatasse e transferisse tudo para outra data, ainda não definida. O pai da jovem, protestou, indignado, pelas redes sociais: “O julgamento do dia 9 foi cancelado. Fica aqui o meu voto de revolta!”.

MERCÚRIO DO RIO

Na calada da noite, muitas dragas e balsas continuam tirando ouro do rio Madeira. Há quem diga que a fiscalização deu uma grande afrouxada. Por que será?  Embora garantam que não usam mais o mercúrio para separar o ouro e não  permitir que ele polua o rio, a história não é bem assim. Nessa semana, a Polícia Rodoviária parou um carro na BR 364 e apreendeu 2 quilos de mercúrio. O homem preso confessou que usaria tudo na garimpagem de ouro. Tem que se organizar  bagunça, demarcar áreas próprias e deixar os garimpeiros trabalharem em paz. Mas sem usar  mercúrio!

A MEGA SE FOI

Havia uma grande expectativa cercando o sorteio da Mega Sena nesta semana, realizado em Ji- Paraná. Será que a  sorte brindaria um Estado pobre como Rondônia, como já brindou pelo menos três outras vezes, dando o prêmio maior  a alguém daqui? Foi só sonho. Ninguém acertou as seis dezenas e o prêmio acumulou por 110 milhões de reais, que será sorteado em outra região do país. As más línguas dizem que quando o prêmio  é uma fortuna dessas, sempre sai para Brasília e, muitas vezes, na mesma agência. Será que isso tem algum fundo de verdade ou é apenas mais um desses boatos maldosos que circulam pelo país?

PAULEIRA PELA MÍDIA

Cada vez que ressurge o nome da deputada federal Mariana Carvalho como possível candidata à Prefeitura de Porto Velho, o pau canta pra cima dela. Quando ela recua, os adversários ficam quietos. Apareceu uma nota na mídia, lembrando que ela é o nome mais forte na briga pela sucessão de Mauro Nazif e as cacetadas voltam. Mariana, na verdade, se dependesse apenas dela, não entraria na disputa. Mas a pressão do diretório nacional e o diretório regional  tucanos sobre ela é enorme. Aécio Neves e Expedito Júnior estão apostando todas as fichas na jovem parlamentar. Ambos têm certeza de que ela será a futura prefeita da Capital rondoniense!

PERGUNTINHA

Agora, vale a pergunta de novo. Qual dos dois cairá primeiro: Eduardo Cunha ou Dilma Rousseff? Façam suas apostas!

Leia o Blog:   www.opiniaodeprimeira.com.br