Rondônia - 20 de outubro de 2018
Home / Notícias / Esportes / Barcelona enfrenta o Leverkusen preocupado com a lesão de Neymar

Barcelona enfrenta o Leverkusen preocupado com a lesão de Neymar

1449598845_019279_1449616781_noticia_normal

Classificado para as oitavas de final da Champions League em primeiro no grupo E, o Barcelona joga nesta quarta-feira em Leverkusen sem necessidade alguma de vencer. “Chegar assim nos permite desfrutar de uma partida de alto nível sem nos preocuparmos com o resultado”, disse Luis Enrique; “tentaremos ser fiéis a nossa ideia de jogo. Vamos tentar ganhar os três pontos, com a tranquilidade de saber que está tudo bem se não conseguirmos”. Quem precisa da vitória é o Leverkusen, que deve vencer para passar para a próxima fase da Champions, ou no mínimo empatar para conquistar um ponto que o levará ao menos para a Europa League. “Estão dizendo que seria um milagre, mas no jogo de ida pudemos ganhar. Temos que acreditar em nossas forças”, apontou Roger Schmidt, treinador do Bayer Leverkusen.

Luis Enrique negou que o fato de não ter realizado alterações durante a  em Mestalla, contra o Valência (empate por 1 a 1 no domingo), foi uma mensagem para pedir mais contratações. “Se tenho que dar uma mensagem ao clube falo com o clube ou com o presidente e lhe digo. De fato, já tenho conversado com diretor esportivo. No Mestalla eu apenas gostava do que via, a equipe tinha um bom rendimento e por isso não fiz mudanças. A partida estava controlada e essa é minha decisão. Tenho a possibilidade de fazer mudanças ou não. Fazê-las sem motivo não tem nenhum sentido”, completou.

Luis Enrique espera fazer rotações na equipe nesta quarta. Levou quatro jogadores do time B para a Alemanha (Gumbau, Samper, Câmera e Kaptoum) e deu descanso a Piqué e Iniesta. “Levo tudo em consideração e já dei descanso a alguns jogadores. E não se trata de presentear os jogadores do time B com alguns minutos em campo. Se considero que não há probabilidades lógicas de nos ajudar, não os colocarei em campo”. Schmidt, o treinador do Leverkusen respondeu: “Seja qual for a formação inicial do Barça, quando há fluidez em seu jogo não há quem os pare”.

Sobretudo a Messi, que em 2012 conseguiu contra o Leverkusen o recorde de gols uma partida de Champions, com cinco marcados. “Não pode ser parado quando está 100%”, reconheceu Schmidt. “Leo pode alcançar qualquer marca ou objetivo. Nada do que faça vai nos surpreender”, afirmou Luis Enrique, que ainda analisou o rival. “É uma equipe que pressiona em cima, então devemos estar muito bem colocados e afinados no passe. O goleiro alemão Ter Stegen, feliz porque sua família irá ver a partida na BayArena (sua casa está a uma hora do estádio) completou: “Fazem muita pressão no campo do adversário. Tentaremos jogar como sempre quando temos a bola”.

neymar-comemora-o-primeiro-gol-do-barcelona-no-campeonato-espanhol-1448725435518_615x300

Problema com Neymar

Luis Enrique ganhou um problema de última hora para a partida. O atacante Neymar, que participou dos 90 minutos do jogo contra o Valencia, no domingo, sofreu lesão muscular quando a equipe fazia treino de reconhecimento do gramado na Alemanha na terça. O Barcelona não informou a gravidade da lesão nem quanto tempo o brasileiro ficará fora dos gramados, mas ele é desfalque para a partida desta quarta contra o Leverkusen. O clube diz que Neymar precisará estar totalmente recuperado para participar do duelo contra o La Coruña, no sábado, pelo Campeonato Espanhol, e da semifinal do Mundial de Clubes no dia 17 de dezembro, quinta-feira.

Fonte: elpais