Rondônia - 24 de Maio de 2018
Home / Notícias / Brasil / Confúcio não assinou carta de apoio a Dilma e Rondônia apoia impeachment

Confúcio não assinou carta de apoio a Dilma e Rondônia apoia impeachment

Erramos ao publicar a informação de que o governador de Rondônia, Confúcio Moura (PMDB), teria assinado a carta de apoio a presidente Dilma Rousseff. A referida carta, que contou com a assinatura de 16 governadores, não teve a participação do governador rondoniense. A notícia com apoio de Confúcio foi disseminada pelo O Globo (clique aqui para ler) e não retrata a informação divulgada pela Presidência da República no site do Planalto.

A comprovação da não assinatura da referida carta pelo governador Confúcio denota o apoio do peemedebista ao impeachment de Dilma Rousseff. Tal fato faz sentido, uma vez que na segunda-feira (07), o vice-presidente da República, Michel Temer, presidente nacional do partido de Confúcio, enviou carta a presidente com indícios claros de rompimento.

Confúcio Moura é muito próximo do senador Valdir Raupp, uma da maiores lideranças do PMDB nacional, e o fato do governador não ter assinado a carta, pode significar a organização do partido, junto a Temer, para viabilizar o impeachment de Dilma.

Mesmo assim, aguardamos o posicionamento oficial do governador Confúcio Moura, fato necessário para um chefe de Estado igual a ele. Enquanto isso, o fato da carta de apoio a Dilma não ter tido a assinatura de Confúcio, se conclui como apoio ao impeachment.

Segue a lista, segundo o site do Planalto, com Estados que assinaram a carta de apoio a Dilma:

Distrito Federal
Estado do Acre
Estado das Alagoas
Estado do Amapá
Estado da Bahia
Estado do Ceará
Estado do Maranhão
Estado das Minas Gerais
Estado da Paraíba
Estado de Pernambuco
Estado do Piauí
Estado do Rio Grande do Norte
Estado do Rio de Janeiro
Estado de Roraima
Estado de Santa Catarina
Estado do Sergipe.