Rondônia - 26 de Maio de 2018
Home / Notícias / destaque / O QUINTO ANO FOI O MELHOR DE TODOS PARA CONFÚCIO

O QUINTO ANO FOI O MELHOR DE TODOS PARA CONFÚCIO

confucio no quinto anoColuna Opinião de Primeira – Por Sérgio Pires – O Governo começa a entregar, nessa segunda, as primeiras 950 casas e apartamentos do conjunto Orgulho do Madeira, de um total de 4 mil imóveis. É um acontecimento e tanto. Há muitos anos não se via tantos avanços na habitação popular. É um conquista importante. Mesmo com todo o atraso, o que infelizmente é comum em todas as obras públicas do país, com raras exceções, Rondônia está dando um grande salto nessa área. É mesmo um momento importante para Confúcio Moura, fechando seu quinto ano de governo, depois de passar por maus momentos, com a possibilidade de chegar ao final de 2015, só com boas notícias. A principal delas é que somos um dos únicos estados da Nação que está em dia com suas finanças. Todas as contas serão pagas até dia 31. O salário e segunda parcela do 13º estão com todos os recursos garantidos. Os fornecedores, em sua maioria, deverão também receber. Rondônia termina o ano no azul, ao contrário do vermelho de 25 dos 27 estados. O anúncio de que o TCE liberou as obras do Espaço Alternativo e o trabalho em bairros da Capital e interior, com asfaltamento feito pelo Governo, também são fatores positivos. Há um clima pra cima,por aqui, se compararmos à caótica situação do restante do país.

Nesta terça, Confúcio enfrentará o maior desafio do final de ano. Se tiver a grande maioria na Assembleia e os deputados não temerem a pressão do empresariado, haverá sim aumento de importantes impostos estaduais para 2016. Será uma complicada batalha. Se vencê-la, Confúcio diz que o ano que vem será de cintos apertados, mas crescimento para o Estado. Se perder, terá que ter jogo de cintura para achar outros caminhos. Mas, no geral, o governo de Confúcio está concluindo 2015 numa boa. Talvez seja o melhor final de ano desde que assumiu. Todos os indicadores positivos atestam isso.

 

TERÁ POVO NAS RUAS?

Terá povo? Este domingo é de protestos país afora.  A oposição (???) se diz mobilizada, para ir às ruas e exigir o impeachment da Presidente Dilma. As concentrações nas grandes cidades começando pela manhã e as passeatas estão marcadas para o meio da tarde. Em Porto Velho, o grupo que lidera os protestos contra Dilma, está programando encontro às três da tarde, na Praça das Caixas D´Água. Até agora, a exemplo do que houve no restante do Brasil, apenas uma mobilização realizada teve mesmo público digno de registro. As demais mostraram resultados pífios. Como será a manifestação deste domingo, por aqui e país agora?

 

NO CENTRO DO TORNADO

Personagem novo na política nacional, o rondoniense Marcos Rogério entrou no olho do tornado. E que tornado! Nesta terça, ele entrega o relatório apoiando a abertura do processo de cassação do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, vilão para milhões de brasileiros, mas esperança para outros tantos milhões que o querem ver dar andamento ao processo de impeachment da Presidente Dilma Rousseff. Marcos vai seguir a orientação do seu mentor político, o senador Acir Gurgacz, que é aliado de primeira hora da Presidente.

 

PERDIDO NA MUDANÇA

Acir, aliás, está no meio de um fogo cruzado. Se permanecer ao lado de Dilma, pode desagradar boa parte o seu eleitorado em Rondônia, que quer ver nossa Presidente pelas costas. Se não ficar, pode perder muitas benesses que tem hoje, junto ao Planalto. Em Brasília, aliás, os políticos com poder decisório estão vivendo na corda bamba.  Parte da própria bancada federal rondoniense está perdida como cachorro que caiu da mudança. Os que são aliados do PT e Dilma, hoje, podem correr o risco de, caso Temer assuma o governo, deixá-los de lado. É uma situação inédita, já que o país está à deriva e não se sabe quem vai comandá-lo, daqui para a frente.

 

ROMÁRIO E O ANÔNIMO

Houve quem não acreditasse, mas o senador Romário e os deputados federais Tiririca e JC vieram mesmo a Ji-Paraná, participar de um jogo beneficente. Juntaram-se aqui aos deputados Expedito Netto, Marcos Rogério e Mariana Carvalho, que até estava uniformizada. O ex senador Expedito Júnior e os deputados estaduais Laerte Gomes e Léo Moraes, participaram do jogo, entre várias outras personalidades. Foi uma grande festa no Biancão, com bom público. O aspecto negativo foi do administrador do estádio, que querendo certamente aparecer (tentando sair do anonimato), culpou a imprensa pelo atraso do início do jogo. Não eu certo. Ele continua tão anônimo quanto sempre foi…

 

CRAQUE DO JOGO

Na disputa em campo, em Ji-Paraná, o Baixinho Romário, lógico, foi a grande atração. No final da partida, ele apontou Expedito Júnior como o principal jogador e campo. Expedito jogou de zagueiro. Teve outra particularidade. Houve um pênalti e Romário deu a bola para seu companheiro de time, o próprio Expedito pai, fazer a cobrança. Ele pegou a bola, olhou nas arquibancadas, onde havia mais de quatro mil pessoas e desistiu. Pensou: “se eu errar, levo a maior vaia da vida.” Devolveu a bola a Romário e pediu que ele batesse. “O público veio aqui prá ver você”!, alegou. Romário, claro, fez o gol…

PERGUNTINHA

Michel Temer pode ser considerado um estadista, depois de escrever uma carta em que não fala em defesa do Brasil, mas apenas dos nomes que indicou para cargos no governo?

Leia o Blog:   www.opiniaodeprimeira.com.br