Rondônia - 12 de novembro de 2018
Home / Notícias / Norte / Rondônia / Índios detidos com caminhonete furtada em Vilhena têm perfis no Facebook

Índios detidos com caminhonete furtada em Vilhena têm perfis no Facebook

thumb (23)
Dois podem ter envolvimento em mortes recentes
Foram liberados ontem, após pagamento de fiança de um deles, os índios da etnia Enawenê Nawê, presos em Vilhena a bordo de uma caminhonete clonada, que havia sido furtada em Cuiabá (MT). O delegado que ouviu o grupo arbitrou em R$ 1 mil a fiança, que foi paga. Apenas o motorista do veículo, identificado como Xoxokwa Snawene, foi indiciado.
Conforme uma fonte policial, no entanto, a picape não foi furtada pelos índios, e sim comprada por eles, há dois anos, por R$ 25 mil. Ainda não foi revelado o nome do vendedor. Já os outros três suspeitos foram identificados como Dodowai Enawene, Lolakwa Enakwaene e Dodowau Enawene.
De acordo com informações levantadas pelo FOLHA DO SUL ON LINE, existem suspeitas de que dois dos índios liberados teriam envolvimento direto na morte (recente) de dois rapazes, cujos corpos foram resgatados dentro da reserva pela polícia Federal.
O que chama a atenção no caso é o fato dos irmãos Dodowai e Dodowau possuírem perfis no Facebook, onde ambos postam seus costumes tribais, mas também publicam fotos participando do cotidiano dos “brancos”.
Fonte: Folha do Sul online