Home / Notícias / Norte / Rondônia / Ariquemes / Ariquemes é o município do interior com altos índices de criminalidade, diz pesquisa

Ariquemes é o município do interior com altos índices de criminalidade, diz pesquisa

ariquemes-e-o-municipio-do-interior-com-altos-indices-de-criminalidade-diz-pesquisa540x304_17183aicitono_1a6nlf1841neb7an18j71uij1d64a

A média de boletins de ocorrência feitos nas delegacias de Ariquemes fica entre 60 a 110 registros. Esses números colocam a regional da cidade como uma das que mais registram crimes no interior de Rondônia.

Apenas em novembro foram registradas 1.765 ocorrências, sendo 12% do total de roubos e furtos, sendo os maiores alvos dos bandidos, telefones celulares e motos. Os dados são resultado de um levantamento feito pela Delegacia Regional de Ariquemes, onde mostra que o número de ocorrências já registradas ultrapassa 14 mil.

Em todo o ano de 2014 foram pouco mais de 12 mil. “O que pode ser visto também que não é só Ariquemes. O problema não é só enfrentado como região, então, não temos efetivo suficiente, tanto da Polícia Civil quanto Militar para enfrentar todos os problemas da região. Claro que não é só esse fator. Temos fatores históricos, geográficos, sociais, mas esse é o principal problema que é o baixo efetivo. Também temos poucas unidades, já que apenas Ariquemes tem delegacia para atender todas essas cidades, o que obviamente gera grandes problemas para a população”, disse Ricardo Rodrigues, delegado regional interino de Ariquemes.

Segundo a Polícia Civil, Ariquemes tem quatro delegacias, sendo uma geral, uma de crimes contra a vida, uma de crimes contra o patrimônio e uma de crimes contra a mulher. Dentro destas, atuam 62 servidores, sendo delegados, escrivães e agentes de polícia. Um quadro claramente sufocado para atender toda a região do Vale do Jamari. “Isso é uma tendência. Ano a ano, os registros de ocorrência tem aumentado e acreditamos que em 2015 não será diferente”, falou Ricardo Rodrigues.

O aumento de crimes como roubos e furtos assustam a população, que no dia-a-dia, não sabe como se proteger com a falta de segurança.

Fonte: Jornal Rondônia Vip