Rondônia - 21 de Maio de 2018
Home / Notícias / Norte / Rondônia / Ponte em Machadinho do Oeste vai escoar produção de quatro estados

Ponte em Machadinho do Oeste vai escoar produção de quatro estados

ponte-em-machadinho-do-oeste-vai-escoar-producao-de-quatro-estados540x304_89583aicitono_1a781rddlhdb1ib73eq1hokj6la

Machadinho do Oeste, RO – A ponte de 90 metros sobre o rio Machadinho, inaugurada nesta quarta-feira (23), na estrada RO 205, no município de Machadinho do Oeste, é mais um fator que vai contribuir para que esta região se transforme numa das mais produtivas do estado. Esta é a avaliação do prefeito Mario Alves, o Marinho da Caerd, que fez outras projeções otimistas para o município. O governador Confúcio Moura revelou que a partir do momento em que acontecer a regularização das terras ocorrerá a valorização imediata e serão reduzidos os conflitos agrários.

Com largura de 6, 80 metros, a ponte inaugura um novo formato neste tipo de obra. Ela é pre-moldada, mas construída no mesmo município. Esta tecnologia provocou, pelas contas do governo de Rondônia, economia de 31% do custo total, que ficou em torno de R$ 4 milhões. Após lamentar o atraso na entrega, que foi de cerca de dois anos, o governador de Rondônia explicou que o tempo não deveria ser superior a seis meses. As próximas serão concluídas e entregues mais rápido, segundo previu.

Confúcio também citou a construção da hidrelétrica de Tabajara, que será construída no mesmo rio, cujo leilão deve acontecer até o final de 2016, e outros fatores como responsáveis por um desenvolvimento que vai surpreender nos próximos 10 ou 20 anos. “Não se pode imaginar, ainda, a grandiosidade do que vai acontecer aqui”, argumentou num discurso que foi aparteado várias vezes por aplausos.

O governador disse que pela ponte passarão riquezas de interesse do Amazonas, Mato Grosso, Goiás e Mato Grosso do Sul. É que a rodovia interligada faz a ligação com municípios de Mato Grosso e do Amazonas. Como tem feito nos últimos pronunciamentos, Confúcio Moura pediu que os rondonienses respondam com trabalho e confiança ao noticiário que informa sobre uma crise financeira no país. Segundo ele, produzindo riquezas o estado mostrará que é desta forma que se supera obstáculos.

O senador Valdir Raupp, que já foi diretor do Departamento de Estradas de Rodagens, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER), o órgão responsável pela contratação e fiscalização da obra, anunciou que realizará, em março de 2016, uma expedição para explorar a rodovia que tem outro traçado para interligar Rondônia ao Mato Grosso. O objetivo, explicou, é mostrar ao governo federal, através do Dnit, a necessidade de investimentos no trecho para que as riquezas do país circulem com segurança.

Para o prefeito Marinho da Caerd, a ponte é o resultado da administração do governador Confúcio Moura, que apoia incondicionalmente as prefeituras. Segundo ele, a queda de receitas é cada vez maior e a parceria com o governo de Rondônia é a solução para atender a população. E isto, destacou, acontece com as máquinas do DER, que realizam tapa-buraco nas ruas, fazem a manutenção das estradas, por exemplo. Marinho também pediu à população que não negocie suas terras que, segundo ele, serão muito valorizadas nos próximos anos, pois o município terá um papel mais importante no cenário estadual.

Durante a cerimônia, caminhões, ônibus e veículos menores trafegavam pela ponte, mostrando a importância da obra para o município, deputados estaduais que foram ao evento reiteraram que continuarão apoiando o município com emendas e gestões junto ao governo do estado. O deputado federal Lúcio Mosquini, ex-diretor do DER, apontou Machadinho do Oeste como o futuro celeiro agrícola do estado.

Fonte: SECOM