Rondônia - 27 de Maio de 2018
Home / Notícias / Brasil / Bumlai tem autorização de moro para ir ao hospital

Bumlai tem autorização de moro para ir ao hospital

DF - LAVA JATO/21ª FASE/BUMLAI - POLÍTICA - O pecuarista José Carlos Bumlai embarca   no aeroporto de Brasília, no avião da   Polícia Federal, rumo a Curitiba.   Bumlai foi preso pela Polícia Federal   nesta terça-feira (24), em um hotel de   Brasília, na 21ª fase da Operação Lava   Jato. A prisão é preventiva, ou seja,   não tem data para vencer.    24/11/2015 - Foto: ANDRÉ DUSEK/ESTADÃO CONTEÚDO

O juiz federal Sérgio Moro autorizou nesta segunda-feira, 11, a ida do pecuarista José Carlos Bumlai ao hospital. O pedido foi realizado pela defesa do amigo do ex-presidente Lula na manhã de hoje. Segundo os advogados, Bumlai ‘apresenta quadro de sangramento na urina’.

Moro autorizou o deslocamento de Bumlai, mediante escolta, da carceragem da Polícia Federal, em Curitiba, até o Hospital Santa Cruz, na capital paranaense. “O deslocamento e exames deverão ser realizados na data de hoje ou de amanhã a depender das necessidades da Polícia Federal de organizar escolta. Após o procedimento, deverá o custodiado retornar imediatamente à carceragem da PF”, determinou Moro.

Na petição, a defesa informou a Moro sobre a necessidade de Bumlai fazer ‘fisioterapia motora em face de também ser portador de osteoartrose’. Para este caso, o juiz informou que a defesa deve “formalizar o requerimento diretamente à autoridade policial a fim de verificar da viabilidade de realização delas no estabelecimento carcerário, trazendo somente após a questão a este Juízo”.

O pecuarista está preso preventivamente desde 24 de novembro do ano passado, quando foi deflagrada a Operação Passe Livre, última fase da Operação Lava Jato. Bimlai é o pivô do empréstimo de R$ 12 milhões concedido a ele pelo Banco Schahin, cujo destinatário final foi o PT, segundo confessou o pecuarista. Ele é acusado por corrupção e gestão fraudulenta.

Fonte: Diário do Poder