Rondônia - 23 de Maio de 2018
Home / Notícias / Famosos e Variedades / Anitta obriga profissionais a assinarem contrato de sigilo

Anitta obriga profissionais a assinarem contrato de sigilo

anitta-se-prepara-para-lancar-novo-single_558825

Anitta está podendo! Após contratar o mesmo designer de Madonna, a funkeira brasileira se prepara para lançar mais outro single. Após o estrondoso sucesso de Bang, que já se aproxima dos 100 milhões de visualizações, a cantora se prepara para lançar mais outro single, Essa Mina é Louca, que também estará sobre os cuidados do mesmo designer de Bang.

Para evitar que vazasse algo antes do dia, a cantora tomou uma atitude bastante inusitada entre os artistas brasileiros: obrigou todos os envolvidos na gravação do clipe a assinarem um contrato de sigilo. A cantora quer tudo impecável e não almeja ver seu clipe vazado para a imprensa antes do lançamento. Anitta afirmou inclusive em recente entrevista que preza muito pelo sigilo, e como de costume promete causar surpresa com seu novo single.

Além disso, o clipe da funkeira contará com uma participação bem especial: da talentosa atriz Ísis Valverde, que voltou de Nova York recentemente, para participar da gravação do clipe da cantora. Fã declarada da atriz, Anitta espera que a presença da estrela atraia ainda mais visualizações para seu canal, já que a artista está fora do ar.

Vale lembrar que a estrela passou recentemente por uma enorme saia justa. Convidada do programa de Ana Maria Braga, a cantora respondia as perguntas da apresentadora olhando para a câmera, fato que irritou a apresentadora que chamou sua atenção. Meio constrangida, Anitta passou a responder as perguntas olhando para a global.

Como não poderia deixar de ser, a bronca da apresentadora foi motivo de piada para a cantora e foi repercutida em diversos sites de celebridades. Anitta, no entanto, já superou a bronca e apareceu deslumbrante no ensaio técnico da escola de Samba Mocidade Independente de Padre Miguel, usando um figurino avaliado em cerca de 20 mil reais.

Fonte: Lucas R. Cunha