Rondônia - 19 de outubro de 2018
Home / Notícias / Brasil / Sobe para 112 o número de casos de bebês com microcefalia no Maranhão

Sobe para 112 o número de casos de bebês com microcefalia no Maranhão

microcefalia

São Luís já tem 32 registros da doença, segundo a Secretaria de Saúde. Casos estão distribuídos em 50 cidades maranhenses; veja a lista.

Subiu de 105 para 112 o número de casos de bebês com microcefalia no Maranhão, segundo relatório com base no Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (Sinasc), divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) na tarde desta segunda-feira (11).

Segundo a secretaria, os casos estão distribuídos em 50 municípios. Dos registros apresentados, 36 mães tiveram sintomas do Zika Vírus em algum período da gestação.

Um óbito ocorreu em São José de Ribamar, na Região Metropolitana de São Luís. A capital já tem 32 registros da doença. Veja a lista de ocorrências por município:

Açailândia (1), Aldeia Altas (1), Amarante do Maranhão (1), Apicum-Açu (1), Axixá (1),Barra do Corda (3), Barreirinhas (1), Buriticupu (7), Buritirana (1), Campestre do Maranhão(1), Carolina (1), Caxias (1), Chapadinha (1), Codó (1), Coroatá (3), Cururupu (1), Davinópolis(1), Dom Pedro (2), Esperantinópolis (1), Fortuna (1), Governador Edson Lobão (1), Grajaú(1), Humberto de Campos (1), Imperatriz (7), João Lisboa (1),  Lima Campos (1), Loreto (1),Mata Roma (1), Miranda do Norte (1),  Paço do Lumiar (1), Paraibano (2), Pedreiras (1), Pio XII(2), Presidente Dutra (2), Presidente Vargas (1), Rosário (1), Santa Inês (2), Santa Rita (1),Santo Antônio dos Lopes (1), São Domingos do Azeitão (1), São Francisco do Brejão (1), São João dos Patos (2), São José de Ribamar (9), São Luís (32), Senador La Roque (1), Timon (2),Trizidela do Vale (1), Turiaçu (1), Urbano Santos (1) e Viana (1).

Ministério no Maranhão
O ministro da Saúde, Marcelo Castro, esteve na sexta-feira (8), em São Luís, para lançar o Plano Emergencial de Enfrentamento às doenças transmitidas pelo Aedes aegypti. Ele se reuniu com o governador em exercício, Carlos Brandão (PSDB), e com os secretários estaduais e de vários municípios maranhenses para debater providências sobre o problema no Estado.

Fonte: G1