Rondônia - 21 de outubro de 2018
Home / Notícias / Esportes / Crise no comando da CBF já afeta a Seleção Brasileira

Crise no comando da CBF já afeta a Seleção Brasileira

crise-no-comando-da-cbf-ja-afeta-a-selecao-brasileira540x304_87893aicitono_1a92jp6i718gopvm72c3a21hh4a

A luta sem tréguas do grupo de Marco Polo Del Nero para manter o controle da CBF já começa a afetar a Seleção Brasileira , cujo prestígio desmoronou com o vexame dos 7 a 1 impostos pela Alemanha, no Mineirão, durante o Mundial de 2014. Para acomodar um dos vices da entidade, Gustavo Feijó, que começava a criticar publicamente os rumos da CBF, houve um acordo, selado num café da manhã com Del Nero. O dirigente do Nordeste passou a ocupar um cargo de chefia das seleções. Logo de saída, Feijó declarou que o técnico Dunga dependia de resultados para ficar na equipe.

Sua ‘opinião’ foi bastante contestada pela comissão técnica, em conversas reservadas na sede da CBF. O coordenador de seleções, Gilmar Rinaldi, se mostrou muito contrariado com o incidente e manifestou seu descontentamento com os dirigentes que, de fato, controlam a CBF – Rogério Caboclo e, em segundo plano, Walter Feldman.

Dunga também se irritou e entre a comissão técnica ficou no ar uma sensação de que estaria havendo uma intervenção no trabalho coordenado por Rinaldi.

O ambiente tenso levou a CBF a publicar na quarta feira uma nota oficial em seu site para assegurar a autonomia de Rinaldi e a confiança em Dunga. Por sua vez, quem não gostou da resposta foi o próprio Gustavo Feijó. No entanto, preferiu ser mais reservado e não deu divulgação à sua reação. Há a expectativa agora de como vai se dar na prática a relação de poder entre Feijó e Rinaldi.

Fonte: Terra.