Rondônia - 19 de novembro de 2018
Home / Notícias / Provérbios 20:9 – Quem poderá dizer: Purifiquei o meu coração, limpo estou de meu pecado!

Provérbios 20:9 – Quem poderá dizer: Purifiquei o meu coração, limpo estou de meu pecado!

estudo-de-provérbio-deus-1Você pode responder a esta pergunta retórica? A resposta é negativa: nenhum homem pode fazer estas duas declarações. É uma questão de estilo literário em que um interrogativo de positivos cria uma poderosa conclusão negativa. Por natureza o coração do homem é corrupto, e por natureza os seus motivos são impuros. Salomão usou o poder do negativo retórico para ensinar a depravação do homem.

A Bíblia, o santo livro inspirado dos cristãos, ensina que todos os homens têm corações pervertidos e motivos egoístas. Adão, o pai da humanidade, arruinou os seus descendentes por sua rebelião contra Deus (Rm 5:12-14). Desde o Jardim do Éden, todos os homens, por natureza, desprezam a Deus e a justiça e amam o pecado e o mal (Sl 14:1-3; 51:5; 58:3; Rm 3:9-18; Tt 3:3).

Jó usou de perguntas retóricas para ensinar a mesma verdade. “Quem do imundo tirará o puro? Ninguém!” (Jó 14:4). “Que é o homem, para que seja puro? E o que nasce da mulher, para que fique justo?” (Jó 15:14). “Como, pois, seria justo o homem perante Deus, e como seria puro aquele que nasce da mulher?” (Jó 25:4).

O coração humano é enganoso acima de todas as coisas e desesperadamente perverso, muito além da sua habilidade de entender (Jr 17:9)! Considere isto bem! E nenhum homem pode superar esta maldição interna que torce o seu pensar e perverte os seus motivos (IJo 1:8-10). Somente pelo poder criado de Jesus Cristo pode um homem obter um novo coração de retidão e santidade, capaz da verdadeira sabedoria (Jo 3:3; 5:25-29; Ef 2:10; 4:24; Fp 2:12-13).

A doutrina é clara – o homem é depravado, tolo, pecaminoso e injusto, e ele não pode curar a si mesmo. Mas porque este provérbio está aqui sem um contexto aparente (Pv 20:8-10)? Ele se encaixaria melhor em Romanos! Lembre-se do objetivo dos Provérbios de Salomão – ensinar a um homem jovem a discrição e a sabedoria (Pv 1:1-4). Há duas lições – não se pode confiar plenamente em nenhum homem de que ele tenha intenção inocentes, e não podemos presumir tolamente que os nossos próprios motivos sejam puros.

Salomão fez o mesmo uso da doutrina de depravação do ser humano em seu livro de escritos filosóficos. Ele escreveu, “Na verdade, não há homem justo sobre a terra, que faça bem e nunca peque.” (Ec 7:20). Novamente parece que há pouco ou nenhum contexto para a afirmação (Ec 7:19-21). Mas se olharmos mais de perto, veremos que Salomão fazia um alerta contra pensamentos de auto justificação e de excessiva justiça e excessiva dureza contra os outros (Ec 7:16-22).

Um pré-requisito para sabedoria é o conhecer a natureza do homem – ele é tolamente incurável e depravado. Portanto, santo cinismo é necessário para lidar com problemas humanos. Portanto, você deve testar as suas próprias opiniões e pensamento pelo fogo das Escrituras (Sl 119:128; Jr 23:29). Como Paulo escreveu muito tempo depois, “Sempre seja Deus verdadeiro, e todo homem mentiroso” (Rm 3:4)!

Não faça afirmações da sua autojustiça (Pv 20:6). Deixe que o seu andar prove a sua integridade (Pv 20:7). Se um governante lhe corrige, não rejeite tolamente a boa repreensão (Pv 20:8). Examine até mesmo os menores aspectos da vida (Pv 20:10). Uma criança é conhecida pelas suas ações, não pelas suas palavras (Pv 20:11). And if you have the ability to see or hear truth with understanding, it is by the grace of God (Pv 20:12).

A única esperança para você ou para qualquer outra pessoa é a graça de Deus e o poder de ressurreição de Jesus Cristo para lhe dar um novo coração (Rm 8:7-8; ICo 2:14-16; IITm 2:24-26). Não existe reabilitação do coração humano; ele precisa ser recriado. A perfeição não se consegue aqui; devemos esperar pelo céu (Hb 12:23). Até mesmo o melhor dos homens e as suas ações mais nobres estão manchados e danificados pela poluição remanescente em seus membros.

Portanto, o máximo de humildade a respeito da sua condição é necessário para aprender a verdadeira sabedoria. Portanto, não se pode confiar totalmente nem em você nem em qualquer outro homem. Você deve rogar a Deus por misericórdia sobre o seu estado miserável, e você deve confiar em cada palavra de Deus acima de qualquer um dos seus pensamentos (Sl 119:113). Considerando que você não pode tornar o seu coração limpo ou se purificar do pecado, você deve se lançar sobre a graça de Deus para a próxima vida e confiar em Sua infalível palavra nesta vida.