fbpx
31 C
Porto Velho
quinta-feira, 05 dezembro 2019, 13:07
Site de apostas
Site de apostas
Site de apostas

Vamos sofrer por 200 anos com o mercúrio que é utilizado hoje

mercúrioooooooooooooooooColuna Opinião de Primeira, Por Sérgio Pires – Quando se fala na ilegalidade do garimpo no rio Madeira, próximo à cidade, onde as balsas e dragas tomam conta, mesmo com as constantes batidas das autoridades policiais e ambientais, não se quer acabar com uma atividade que, em outras regiões, é lícita. O que se tenta é preservar a vida no rio, a saúde dos ribeirinhos, os locais onde é captada a água da Caerd. O problema principal é o mercúrio, grande risco para a vida como um todo. Ele não é absorvido pela natureza antes de 200 anos, tendo o poder de contaminar  pessoas, animais e plantas durante todos esses dois séculos. Os garimpeiros que sabem que para ter lucro e encontrar o ouro abundante do Madeira, precisam usar o mercúrio para separá-lo das impurezas, parecem não ter noção do mal que causam, ao utilizar esse metal que é terrível para o biosistema como um todo. Para se ter uma ideia dos seus muitos males, a Organização Mundial de Saúde já detectou que há ribeirinhos, não só em Porto Velho, como também em ou5ras regiões onde o metal é utilizado no rio, que têm no organismo onze vezes mais mercúrio do que o máximo suportável   pelos humanos. Onze vezes mais. E toda essa gente, exposta a uma série de doenças, continua comendo os peixes do rio e tomando sua água, com alguns locais com altos índices de contaminação.,

 

Está na hora do Judiciário se aliar às polícias que têm combatido o garimpo e decidir não só por multas mais pesadas e duras, como também por penas de prisão para os que estão tentando  destruir nosso rio (de novo!). Não adianta fazer uma operação de limpeza da área n um dia e no outro todos reincidentes  estarem livres e soltos, para imediatamente voltarem a cometer os mesmos crimes ambientais. Ou o Judiciário se alia à população ou que decida de vez entregar o Madeira aos garimpeiros e ao mercúrio!

SALÁRIOS EM DIA

Confúcio Moura sabe que a situação econômica do pais só vai    piorar. Por isso, tem determinado à sua equipe mais cintos apertados, mais economia, mais cortes. Até agora, mesmo com a queda na arrecadação, Rondônia se mantém como um dos poucos estados no azul. E com a certeza de que poderá passar o pior do turbilhão econômico sem  atrasar salários ou deixar de cumprir seus compromissos com fornecedores. Respondendo a uma pergunta direta desta coluna, Confúcio disse: “não vamos atrasar nem um dia o pagamento dos servidores e cumpriremos todos os compromissos durante todo esse ano. Falou e assinou!

TRISTEZA EM JI-PARANÁ

A comunidade de Ji-Paraná lamenta a morte do empresário Robson Guimarães e do piloto Marlon Neves, que pereceram  na queda de um pequeno avião em Florianópolis, pouco depois da decolagem em direção a Porto Velho. Os dois estavam desaparecidos há mais de duas semanas, depois que caíram no mar. Uma empresa privada encontrou os destroços principais da aeronave e, dentro dela, os corpos dos dois. Em nome da comunidade, o prefeito Jesualdo Pires divulgou nota nas redes sociais, lamentando as duas mortes e se solidarizando comas famílias.Tanto Robson quanto Marlon eram pessoas conhecidas e queridas na cidade e região onde viviam.

BANALIZAÇÃO DA MORTE

A morte de crianças e jovens se tornou tema tão vulgar que, muitas vezes, nem é mais notícia. Em Porto Velho, em uma semana, dois adolescentes foram brutalmente assassinados. Um, de 17 anos, dentro de uma cela numa desses famigerados centros de recuperação. Pouco depois, numa história ainda bastante misteriosa, foi um menino de 15 anos a vítima, no bairro Areal, baleado no meio da rua e  morto ao lado da bicicleta.  A banalização do crime e a impunidade crescente estão acabando com uma geração inteira de meninos e meninas, principalmente os mais pobres, que vivem em regiões perigosas. Uma tragédia brasileira, que as autoridades fazem questão de ignorar…

DUAS COLIGAÇÕES

A eleição municipal  em Porto Velho vai dividir a Assembleia Legislativa. Dois deputados,ambos bastante atuantes e bem relacionados na Casa, estão anunciado pré candidatura à sucessão de Mauro Nazif. O jovem Léo Moraes está buscando apoio de lideranças e líderes partidários, para formar uma frente de partidos para apoiá-lo.Já o experiente Ribamar Araújo, o cara que em duas décadas e meia na política nunca teve sequer um processo contra si, já teria o apoio formal de pelo menos onze parlamentares, incluindo-se aí o presidente Maurão de Carvalho.  Léo quer liderar uma coligação a partir do seu partido, o PTB e Ribamar, que troca o PT pelo PR, vai no mesmo caminho.

SEGUNDO MANDATO

O advogado Andrey Cavalcante assume nesta quinta seu segundo mandato à frente da OAB rondoniense. Depois de uma campanha bastante disputada, em que Andrey ganhou com um percentual significativo, os advogados rondonienses deram a ele uma vitória que sintetizou o apoio da categoria às suas realizações do primeiro mandato. Passada a disputa, Andrey tem convocado a categoria para caminhar cada vez mais unida. A OAB rondoniense é considerada uma das mais atuantes do país..A  festa da posse será no Teatro Estadual, a partir das 19 horas….

PERGUNTINHA

O PT, que corre o risco de perder 20 dos 75 deputados federais até o final de março, vai ficar com que tamanho até a próxima eleição, daqui a dois anos?

Leia o Blog:   www.opiniaodeprimeira.com.br

 

Últimas notícias: