Estudante da Unesc representa a América Latina em competição de dança na França

001 (4)
Fernandinho tem o sonho de disseminar a cultura brasileira por meio da arte (Fotos: Mayra Lima)

Seguindo os passos do pai ele começou a dançar, e o sonho que cresce desde criança hoje toma uma dimensão internacional. O estudante do curso de Artes Visuais da Unesc Luiz Fernando Aguiar, o Fernandinho, participou da eliminatória sul-americana “Brazil Battle Pro, que ocorreu em Goiânia, no mês de janeiro. Ele venceu ao lado dos seus colegas do grupo “Stil Contact”, de Curitiba. Juntos, eles vão representar a América Latina no torneio internacional “Marseille Battle Pro”, considerado o maior campeonato de Break Dance do mundo. O evento ocorre neste sábado (5/3), em Marseille, na França.

Fernandinho comentou que representar não só o Brasil, mas a América Latina por meio de sua arte é uma grande conquista. “Sempre sonhei com um momento assim, de poder disseminar o que eu faço. Na nossa região, o Break Dance é pouco valorizado, mas oportunidades assim estão aí para isso, para mostrarmos o nosso melhor levando a nossa cultura brasileira para fora”, ressaltou.

O estudante de 26 anos afirma que o curso de Artes Visuais da Unesc fortalece a sua visão da dança. “Tenho vontade de seguir esse caminho, de levar a dança para as pessoas. E para que isso aconteça da forma certa, para que os meus passos sejam inovadores, é necessário um estudo artístico mais detalhado. Dançar é uma arte e o curso desenvolve o meu lado criativo”, contou.

No palco

O sentimento cresce e tudo se reflete nos movimentos. Ao subir no palco, Fernandinho sente as energias negativas deixarem o corpo. “Eu sinto uma carga positiva tomar conta de cada passo, é como se uma liberdade tomasse conta de mim. A sensação é incrível”, comentou.

Para o “Marseille Battle Pro” são esperadas mais de 700 mil pessoas. O aluno afirma que o nervosismo faz parte, mas que a ansiedade está mais para quem ele vai encontrar lá. “Do festival vão participar grandes nomes internacionais do Break Dance, pessoas que me serviram de inspiração em toda a minha caminhada. Dançar no mesmo palco que eles vai ser inesquecível”, ressaltou.

Still Contact

O grupo começou em 1999 com o propósito de estudar e representar a cultura urbana. Logo de início ganhou destaque com prêmios como Hutuz, melhor show Batalha Sinal, e outros grandes prêmios de apoio ao Hip Hop Paranaense. Hoje, a terceira geração, composta pelos b-boys Edinho, Harry Stil, Dinho Stil, Bonnes Stil, Rafa e Fernandinho, busca se divertir, evoluir e viver a cultura. “Temos orgulho de toda nossa história, conquistas, amigos e momentos que vivemos”, afirma o grupo.