Lula, de político habilidoso a corrupto, ladrão e assassino

Editorial, Da Redação – Folha Nobre

O horror que vive o Brasil nos dias atuais, nada mais é do que o resultado de um plano maquiavélico, encabeçado pelo metalúrgico humilde Luiz Inácio da Silva, vulgarmente conhecido como Lula. A recessão e os altos índices inflacionais são frutos de uma estratégia ímpar, semelhante a ditadura, que é a perpetuação no poder de um lobo com pele de cordeiro.

A corrupção, se tornou uma forma de viver, de poder, de dominar uma nação. Assaltos do colarinho branco se tornaram tão normais, que os assassinatos feitos pela quadrilha, como efeitos colaterais, não passam de meras estatísticas da criminalidade, da falta de acesso a saúde, ou da fome.

Lula, um ser que já foi muito prestigiado, que possuiu um enorme poder, figura como o líder do que se pode considerar como maior esquema de corrupção do mundo. O Mensalão, como apura a força tarefa da Lava Jato, foi apenas a ponta o iceberg da maior descoberta de todas. Desvios, propinas para congressistas, financiamento de campanhas eleitorais com dinheiro roubado, lavagem de dinheiro, empresas de fachada e tudo que o crime organizado pode realizar foi feito, em nome de um projeto do mal, cujos interesses são simples, poder, poder e poder!

Lula, o cara dos palavrões, que tem assessores de boca suja que nem ele, mostrou nos últimos episódios da história, o quão baixo nível que se articula a grande política do Brasil. Xingamentos são os métodos de lidar, de pessoas vulgares que faziam discursos para os pobres, falando da decência, da honestidade e do futuro brilhante de uma nação.

Todo o roubo, o esquema articulado pelo chefão, nada mais é do que o reflexo de um sistema do vale tudo, das vantagens, das facilidades, que mesmo agora, com o desvendar de toda essa história, não irá acabar.

Um Brasil em que a morte custa tão caro para quem perde, mas muito para esse malditos, que fazem de tudo para tomar o que resta aos humildes e se perpetuar no poder.

O que falar de Dilma Rousseff, essa maldita, que na verdade foi a salvação, caso não fosse sua incompetência, não teríamos acelerado esse desvendar da história. A ela, temos que agradecer, pois sua fraqueza na articulação, e pulso frouxo, ajudou a nos mostrar o verdadeiro chefão, o seu mentor, Lula, Lulinha, Luleco, Lularápio, Molusco….

O Brasil vai se recuperar, mas pode demorar, muitas pessoas ainda irão morrer sem uma saúde digna, sem segurança, sem educação que preste, sem a simples dignidade que cada um de nó merecemos.

O sistema em vigência, mesmo com a certa queda de Dilma, não nos da muita expectativa. Quem será o próximo presidente? Analise as cabeças que estão de frente! Que vergonha!!! Por primeiro temos Michel Temer, Eduardo Cunha, Renan Calheiros e Ricardo Lewandowski. Depois vem os possíveis nomes em uma nova eleição, como Aécio Neves, Ciro Gomes, Marina Silva, Geraldo Alckmin, José Serra, Jair Bolsonaro, entre outros. Parece que estamos perdidos.

No Congresso há uma vertente para o Parlamentarismo. Há quem diga que este seria o melhor para o país. Imagina um primeiro ministro eleito pelos sanguessugas do Congresso? Acho que pior não poderia ficar.

Um país com uma saída difícil, que em primeiro momento é necessário prender o líder, expulsar sua criatura e recuperar a credibilidade no exterior. Sem a queda destes mafiosos, Lula e Dilma, não teremos Justiça, muito menos condições de se reerguer. Quanto a essa queda, já podemos considerar praticamente concluída.

Quanto aos prejuízo incalculáveis, teremos que conviver. Teremos que aceitar que trilhões de nossos recursos públicos, foram usados de má fé para roubar e matar inocentes.

Nos próximos capítulos da história o país verá muita coisa ser desvendada e ainda se assustará com a sujeira que só cabe a nós limpar.

lula-dops