Rondônia - 21 de Abril de 2018
Home / Notícias / Polícia / Veículo estacionado capota em Florianópolis

Veículo estacionado capota em Florianópolis

Um descuido terminou em acidente de trânsito na tarde desta quinta-feira, na SC-401, em Florianópolis. Um Volkswagem Voyage zero quilômetro que estava em exposição no estacionamento de um posto de gasolina, no bairro Saco Grande, desceu um gramado e foi parar no meio da pista, pouco depois das 16h. Como resultado,um Nissan Livina bateu no Voyage, provocando seucapotamento. Um terceiro carro, guiado pelo jornalista Paulo Alceu, também se envolveu no acidente, batendo na traseira da Livina.

De acordo com o policial militar rodoviário Gabriel Novacoski, houve irresponsabilidade por parte da concessionária Futura, que deixa os veículos em exposição em uma área inclinada, muitas vezes já em contato com o gramado localizado ao lado do acostamento da rodovia.

— Eles deixam o carro em contato com o gramado. Em caso de chuva forte, o terreno pode ceder — diz o militar.

Veículo foi colocado no acostamento pela PMRvFoto: Cristiano Estrela / Agencia RBS

Novacoski acrescentou ainda que a concessionária costuma praticar outra irregularidade, transitando com carros não faturados pela rodovia, algumas vezes com motoristas não habilitados. Um deles, inclusive, já teria sido notificado pela PMRv. A concessionária fica a aproximadamente um quilômetro, no sentido oposto, do posto de gasolina onde expõe parte de seus carros.

De acordo com a motorista da Nissan Livina, uma estudante de odontologia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) que preferiu não se identificar, ela estava a aproximadamente 80km/h e não viu o veículo descer do gramado , pois havia um ônibus na faixa da direita.

— O ônibus freou de repente e não deu para ver nada. Acabei batendo em cheio e o carro (da concessionária) acabou virando — disse a motorista, que sofreu pequenas escoriações em uma das mãos.

Veículos da concessionária ficam expostos no estacionamento de um posto de gasolina, ao lado da rodoviaFoto: Cristiano Estrela / Agencia RBS

Tanto a estudante quanto o jornalista Paulo Alceu afirmaram que pretendem entrar com um processo contra a concessionária. A reportagem do Diário Catarinense entrou em contato com o gerente da Futura, Alexandre Mariano, mas ele disse que ainda não é possível dizer o que provocou a queda do veículo. Mariano afirmou ainda desconhecer as outras irregularidades apontadas pela Polícia Militar Rodoviária.

Por volta de 17h20min, uma longa fila havia se formado na SC-401, no sentido norte da Ilha, até as proximidades do cemitério Jardim da Paz.

Fonte: Diário Catarinense

noticias doidas