fbpx
27 C
Porto Velho
segunda-feira, 16 setembro 2019, 00:30
Site de apostas
Site de apostas

Lobão cria polêmica ao comentar caso de estupro coletivo no Rio

Lobão criou polêmica ao dizer, nesta quinta-feira, que “não é de se surpreender esses lamentáveis casos de estupro”, em referência à adolescente de 16 anos estuprada por dezenas de homens na Zona Oeste do Rio. A declaração foi dada no perfil oficial do cantor no Twitter. Por meio de mensagens, o músico também afirmou que o país “fabrica mini-putas” e possui uma “farta erotização precoce”, “com severa infantilização da população reduzindo as responsabilidades”.

Foto: Reprodução do Twitter

Logo, dezenas de internautas começaram a criticar a declaração de Lobão e o acusaram de culpar a vítima, em vez dos responsáveis pelo crime. Uma internauta perguntou: “Desde quando a mulher veste roupa curta pois quer ser estuprada?”. Um homem completou: “Meu Deus do céu, como você tem coragem de falar um lixo como esse? a culpa não é da vítima”. Outra opinou: “Não tem nada pra agregar, fica caladinho!”.

Foto: Reprodução do Twitter

Depois de ser alvo de críticas, Lobão disse que não escreveu um “pretexto” para justificar o que acha “injustificável”. Ele acrescentou que o Brasil é um dos recordistas de prostituição infantil e emendou: “Temos uma cultura de erotização precoce alarmante. Isso são fatos! Não é uma opinião”.

Foto: Reprodução do Twitter

O nome do cantor chegou a ficar entre os assuntos mais comentados do Twitter. Alguns usuários da rede social defenderam Lobão e concordaram com o ponto de vista dele. Na manhã desta sexta, a hashtag #EstuproNãoÉCulpaDaVítima é um dos assuntos mais comentados no Brasil. Diversas mulheres destacam que estão cansadas de “viver em uma sociedade que culpa a mulher pelos atos, porque afinal, o homem sempre é o certo”. Uma internauta comentou: “O medo dos homens é serem estuprados na cadeia, o das mulheres é serem estupradas em qualquer lugar”.

Lobão criou mais uma polêmica em rede social
Lobão criou mais uma polêmica em rede social Foto: Reprodução do Twitter

Estupro coletivo no Rio

Em um vídeo que circula nas redes sociais, a garota de 16 anos aparece nua e desacordada após uma sessão de estupro. Nas imagens, dois homens exibem a jovem: “Essa aqui, mais de 30 engravidou. Entendeu ou não entendeu?”, diz um dos homens na filmagem.

Jovem foi vítima de estupro coletivo no Rio
Jovem foi vítima de estupro coletivo no Rio Foto: Reprodução das redes sociais

Os homens também exibem o órgão genital da jovem ainda sagrando. “Olha como que tá (sic). Sangrando. Olha onde o trem passou. Onde o trem bala passou de marreta” , diz o outro agressor, orgulhoso.

O caso ganhou repercussão pelo Twitter após os agressores divulgarem as imagens na internet. Além do vídeo, há pelo menos uma foto de um homem a frente do corpo nu da jovem. O perfil de um dos homens que postaram as imagens foi apagado. As investigações são realizadas pela Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI).

A avó da jovem que foi estuprada por 33 homens revelou que o motivo do crime seria vingança do namorado. De acordo com a avó, a menina contou que ele cometeu o crime porque achava que havia sido traído.

A vítima usou seu perfil em uma rede social para lamentar o ocorrido e denunciar a impunidade. Ela chegou a dizer que pensou que seria julgada mal e acrescentou: “Todas podemos um dia passar por isso. Não, não dói o útero e sim a alma por existirem pessoas cruéis sendo impunes”.

Fonte: Extra

Últimas notícias: