fbpx
25 C
Porto Velho
segunda-feira, 16 setembro 2019, 22:44
Site de apostas
Site de apostas

PF deflagra nova fase da Operação Acrônimo no DF e em Tocantins

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (30/11) a 12ª fase da Operação Acrônimo.
Os policias cumprem mandados no Distrito Federal e em Tocantins. Na mira dos agentes estão licitações no Detran do Tocantins.

Entre os alvos estão o deputado estadual Eduardo Siqueira Campos (DEM) e o ex-diretor do Detran coronel Julio Cesar Mamede, que foram citados na delação premiada do empresário brasiliense Benedito Oliveira. Bené, como é conhecido, afirmou que pagou propina para o político em 2012, quando o pai dele, José Wilson Siqueira Campos, era governador do Tocantins. O valor teria sido dividido com o militar.

A Acrônimo tem como objetivo combater uma organização criminosa investigada por lavagem de dinheiro. Entre os esquemas de corrupção, está a liberação de empréstimos do BNDES em troca de pagamento de propina para o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), para financiamento de campanha eleitoral.

As investigações começaram em 2014, com a apreensão de R$ 113 mil com três passageiros de um jatinho que pousou no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek. Na aeronave estavam Marcier Trombiere Moreira, ex-chefe de comunicação do Ministério da Saúde e membro da campanha de Pimentel, Bené e um homem identificado como Pedro Medeiros.

policia-federal-pf-3-840x577

Fonte: Metropole

Últimas notícias: