Home / Notícias / Religião / Estudos de Provérbios / Provérbios 29:27 – Abominação é para os justos o homem iníquo, e abominação é para o ímpio o de retos caminhos

Provérbios 29:27 – Abominação é para os justos o homem iníquo, e abominação é para o ímpio o de retos caminhos

Uma inimizade antiga e forte existe entre os maus e os justos. Ela estava lá no princípio e estará lá até o fim. Os justos odeiam os maus; e os maus odeiam os justos. São contrários uns aos outros e jamais celebrarão a paz. A inimizade entre os justos e os maus não é menor do que a inimizade entre Deus e Satanás.

Caim odiou a Abel e matou-o somente por causa da inveja e do ressentimento, apesar de que Abel era justo e não tinha feito nenhuma mal a ele (IJo 3:12). Assim como foi com Caim, os maus odeiam a Deus e aos seus filhos em obediência ao seu pai assassino, o diabo (Jo 8:44).

De que forma poderia alguém odiar a Jesus de Nazaré? Mas eles o torturaram e o mataram sem misericórdia! Existe uma animosidade terrível contra Cristo e os Seus discípulos (Jo 7:7; 15:18-19; 17:14).

Se acostume com a idéia, pois foi neste terrível contexto que Caim derramou o sangue do seu próprio irmão na terra virgem é que somos informados que o mundo nos odiará da mesma forma (IJo 3:13). Este mundo não é amigo da graça ou dos filhos da luz. Ele os odeia e os exterminaria se não houvesse a graça delimitadora de Deus (Mt 10:22; 24:9; Sl 76:10). Até mesmo os religiosos pensarão que estão servindo a Deus quando os matarem (Jo 16:2).

Os justos odeiam os maus, pois eles não conseguem tolerar o espírito e as ações vis dos maus; o ódio deles é contra os homens maus e suas más ações. Mas os maus odeiam os justos por causa das suas boas ações; o ódio deles é contra os homens bons e as boas ações. O conflito entre o bem e o mal, Deus e Satanás, santidade e maldade, santos e pecadores.

A natureza dos dois antagonistas é totalmente diferente. O homem natural jaz numa posição de inimizade contra Deus e a Sua lei (Rm 8:7). Ele é um prisioneiro cordato do príncipe do poder do ar, o espírito que opera nos filhos da desobediência (Ef 2:1-3). E esta guerra foi profetizada no Jardim do Éden (Gn 3:15). Veja os comentários de Provérbios 29:10.

Os justos odeiam os maus pela sua impiedade e inimizade contra Deus; os maus odeiam os justos por pura inveja e depravação. Apesar dos justos amarem seus inimigos pessoais com o objetivo de demonstrar o caráter benevolente de Deus (Mt 5:43-48), Davi odiava os inimigos de Deus com um ódio perfeito (Sl 139:19-22). Existe uma grande diferença entre os nossos inimigos pessoais e os inimigos declarados de Deus.

Paulo tinha uma paixão avassaladora pela conversão dos israelitas – aqueles que eram os filhos de Deus (Rm 9:1-8; 10:1-5). Ele disse claramente a Timóteo que ele tinha suportado tudo por amor aos eleitos (IITm 2:10). Quando se tratava de homens maus sem fé, ele pediu oração por ele mesmo para que fosse livrado deles (IITs 3:1-2; IITm 4:14-15). Ele entendeu o seu evangelho como sendo um cheiro suave de morte para a morte de tais condenados (IICo 2:14-17).

Deus odeia os maus e Se ira com eles todos os dias (Sl 5:5; 7:11; 11:5). É claro que a verdade não é mais ensinada! Os homens preferem as fábulas de que a Deus que ama a todos. Eles adoram declamar, “Deus odeia o pecado, mas ama os pecadores.” Mas não conseguem descobrir onde está dito que Deus disse tal coisa. Você pensaria que Noé colocaria “smileys” (emoticons) na arca com as seguintes palavras: “Sorria, Deus ama você!” Mas ele não o fez, e o Senhor Jesus brevemente dirá ao mesmo tipo de homens que Ele nunca os conheceu (Mt 7:23)!

Jesus alertou repetidas vezes a respeito do ódio que os maus teriam contra os justos. Ele avisou aos seus discípulos de que forma o mundo os odiaria (Mt 5:10-12; Jo 7:7; 15:18-19; 17:14). E o relato histórico da perseguição no livro de Atos é a comprovação desse aviso. Os anos de Escuridão da Idade Média estão repletos de terríveis histórias de mártires de Jesus, histórias estas difíceis de entender até para as mentes mais endurecidas. Não fique surpreendido quando o mesmo espírito diabólico leva os homens a odiar, caluniar, sussurrar, condenar, perseguir e procurar te matar.

Se você vive uma vida de piedade neste mundo por causa de Jesus Cristo, você sofrerá perseguições (IITm 3:12). Vivemos em tempos difíceis dos últimos dias quando até os próprios cristãos são enganados por comprometedores (IITm 3:1-4:4). Eles desprezam aqueles que são bons (IITm 3:3). E eles se voltarão contra você, se você assumir uma opção pela santidade nesta geração profana! Eles têm a forma de piedade, mas negam a Ele qualquer direito de governar as suas vidas (IITm 3:5).

Os justos devem levar uma vida separada do mundo (Tg 4:4). Eles não casam com mulheres do mundo dos ímpios (ICo 7:39; 11:11). Ele afogou o mundo pelo Dilúvio, pois os filhos de Deus se casavam com as filhas dos homens (Gn 6:1-3). O laço de sangue e da obediência de Cristo a Deus é a base da amizade para os justos (Sl 119:63).

Não há nada com que se preocupar, companheiro santo. Jesus Cristo venceu o mundo (Jo 16:33)! Os mártires no céu estão clamando pelo dia da vingança e este dia está perto (Ap 6:9-17)! Ele está vindo numa labareda de fogo para destruir os seus inimigos (IITs 1:7-10; Jd 1:14-15). Se um homem não ama ao Senhor Jesus Cristo, que ele seja Anátema Maranata!

Comente pelo Facebook

comentários