Rondônia - 30 de maio de 2017
Home / Notícias / Mundo / No Globo de Ouro Meryl Streep ataca Donald Trump

No Globo de Ouro Meryl Streep ataca Donald Trump

Meryl Streep foi homenageada na cerimónoia dos Globo de Ouro 2017 com o prémio Cecil B. DeMille, pela sua carreira.

Num discurso emocionado, a atriz de 67 anos, que pediu “desculpa” por estar sem voz e e confessou ter perdido a cabeça algures este ano (numa alusão à eleição de Trump), lembrou que ali se encontram os segmentos mais vilanizados atualmente na sociedade americana: Hollywood, estrangeiros e a imprensa (media).

A atriz citou o seu exemplo e o de vários colegas nascidos no Estados Unidos e noutros países. “Amy Adams nasceu em Vicenza, Itália. Natálie Portman nasceu em Jerusalem [em Israel]. Onde estão as suas certidões de nascimento?”, perguntou, recordando os pedidos de Trump para ver os documentos de Barack Obama.

“Hollywood está cheia de forasteiros e estrangeiros e, se os deportássemos, não teriam nada para ver além de futebol e MMA e isso não são as artes”

No final do discurso, evocou Carrie Fisher, que morreu no último dia 27 de dezembro de 2016.

“Como a minha amiga, a querida princesa Leia, me disse uma vez: Agarre no seu coração partido, e faça dele arte.”

Fonte: Lux

Comente pelo Facebook

comentários