Home / Notícias / Norte / Rondônia / Ariquemes / Duplicação da Ponte do Jamari será iniciada, garante DER ao deputado Adelino Follador

Duplicação da Ponte do Jamari será iniciada, garante DER ao deputado Adelino Follador

Ariquemes, RO – Depois de uma luta de mais e cinco anos pela duplicação da ponte sobre o Rio Jamari, na BR-421, o deputado Adelino Follador (DEM) comemorou o lançamento da obra nesta quarta-feira (11) em Ariquemes, pelo diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Ezequiel Neiva, que já deve entregar a Ordem de Serviço nos próximos dias.

O deputado disse que se sentia realizado com a decisão do governador Confúcio Moura e do diretor do DER em executar este projeto, destacando que por ser uma obra relativamente grande exigiu planejamento e projetos especiais, além de sua própria luta pela sua duplicação, apresentando indicações, pedidos e cobranças às autoridades estaduais e também federais, do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT), com o objetivo de minorar as dificuldades das comunidades rurais e urbanas e da população de modo geral servida pela ponte, que há muito tempo não comporta mais a intensidade do fluxo de veículos da região.

Construída na década de 80, em mão única, pelo governador Jorge Teixeira, a ponte sobre o Rio Jamari, na BR-421, finalmente, vai ser duplicada com estrutura de concreto pré-moldada, e com o que há de melhor em tecnologia de construção pesada, para atender a uma das mais antigas reivindicações de uma das regiões mais populosas de Rondônia, o Vale do Jamari, devendo entregue e inaugurada ainda este ano.

Follador revelou-se entusiasmado, com o fato do governador Confúcio Moura ter acatado sua Indicação em atendimento a essas comunidades, e por isso agradeceu a ele e ao diretor-geral do DER, destacando a importância da obra para a economia local, lembrando que ela faz a integração de cinco importantes municípios da região do Vale do Jamari, com forte demanda na produção de grãos, carne leite e derivados, além de ser reconhecida também como importe pólo do setor moveleiro.

HISTÓRIA DA PONTE

Na época de sua construção, em mão única, pelo então governador Jorge Teixeira, não existia nenhum município instalado na margem esquerda do Rio Jamari, fato que, segundo o deputado, retrata a epopeia dos desbravadores da região, entre eles, o jovem gaúcho Adelino Follador, que se tornaria um dos principais aliados de Teixeirão naquela região.

O advento da construção da ponte naquela época atraiu gente de muitos lugares para a região, em busca de uma vida melhor, e ali, do outro lado do Rio Jamari, surgiram pujantes centros urbanos, que mais tarde formaram as cidades (municípios) Monte Negro, Campo Novo e Buritis, além abranger grande faixa territorial dos Municípios de Ariquemes e Alto Paraíso, movimentando econômico e socialmente cerca de 100 mil pessoas que utilizam e dependem desta ponte.

Adelino Follador, que é profundo conhecedor da região, disse que sempre lutou pela duplicação da ponte, e que no início de seu mandato, em 2011, chegou a indicar ao DNIT a execução desta obra, sem êxito.

Por este motivo, segundo ele, recorreu ao governador Confúcio Moura, que também é conhecedor daquela região, e que sensibilizado, atendeu a sua indicação e autorizou a licitação e agora execução desta importante obra para a região e para Estado de Rondônia. “Finalmente esta antiga reivindicação do povo, das autoridades, dos produtores rurais e dos empresários dos municípios daquela região, começa a ser atendida”, disse Follador.

Comente pelo Facebook

comentários