fbpx
23 C
Porto Velho
quinta-feira, 04 junho 2020, 07:50
Site de apostas
Site de apostas

Caminhoneiros encerram greve e rodovias são liberadas no Mato Grosso

A paralisação teve início na sexta-feira (13), na BR-364 saída de Rondonópolis; promessa é de reunião com presidente Michel Temer

Caminhoneiros encerram greve e rodovias são liberadas

Motoristas de transporte de grãos liberaram as rodovias federais em Mato Grosso no fim da manhã desta quarta-feira (18). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal era oito pontos bloqueados desde a segunda (13) nas BR-364 e BR-163 em Nova Mutum (264 km de Cuiabá) e Rondonópolis (214 km de Cuiabá).

Os motoristas recuaram da greve após uma reunião com o senador José Medeiros (PSD),  e o superintendente regional da PRF em Mato Grosso, Arthur Nogueira, com os motoristas. A promessa é de que uma reunião entre a classe e o presidente Michel Temer (PMDB) aconteça nos próximos dias.

Cerca de 120 motoristas de caminhão bloquearam pontos das rodovias federais em Mato Grosso para cobrar reajuste do preço do frete. Os bloqueios eram parciais nas BR-364, saída de Rondonópolis para Cuiabá, no km 201 (sentido sul) e km 206 (sentido sul). Na região de Nova Mutum, o bloqueio ocorria no sentido sul, na altura do o km 593 da BR-163.

O “Piso Mínimo de Frete”

O Projeto de Lei 528, idealizado pelos deputados Assis do Couto (PDT/PR) e Celso Maldaner (PMDB/SC) está paralisado nas comissões do Senado Federal.  Em seu texto, consta o chamado “Piso Mínimo de Frete”, que permite ao Governo Federal a implantação mínima do frete em caráter obrigatório em todo território nacional.  O objetivo é de que haja uma tabela mínima que favoreça o setor de transporte rodoviário e que cubra, no mínimo, o custo efetivo do frete.

Fonte: Circuito MT

Últimas notícias: