fbpx
31 C
Porto Velho
sábado, 30 maio 2020, 14:31
Site de apostas
Site de apostas
Site de apostas

PRF iniciará nesta sexta-feira a Operação Carnaval 2017

Na próxima sexta-feira (24/02), a Polícia Rodoviária Federal inicia em todo Brasil a Operação Carnaval 2017. Policiais, viaturas e equipamentos eletrônicos serão empregados na tentativa de reduzir a violência e aumentar a sensação de segurança nas rodovias. A operação que irá se estender até a meia-noite de quarta-feira de cinzas (01), é mais uma etapa da Operação RodoVida 2016/2017, iniciada em 16 de dezembro do ano passado.

OPERAÇÃO CARNAVAL PRF em Rondônia
Ano – Quantidade de óbitos
2007 – 02
2008 – 04
2009 – 03
2010 – 02
2011 – 03
2012 – 03
2013 – 00
2014 – 01
2015 – 02
2016 – 01

O Carnaval é um dos períodos mais críticos do calendário nacional de operações da PRF, pois conta com grande fluxo de veículos nas rodovias federais e o uso abusivo de álcool é uma das principais preocupações do Órgão.

Assim, a fiscalização do consumo de bebidas será intensificada em todo o país, especialmente em pontos estratégicos que registraram maior incidência de acidentes cuja causa provável foi o consumo de álcool.

Vale lembrar que desde novembro de 2016, dirigir sob influência de álcool, conforme artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), é uma infração gravíssima punida com suspensão do direito de dirigir por doze meses e multa de R$2.934,70. Em caso de reincidência, a multa passa para R$5.869,40. A mesma multa é aplicada ao condutor que se nega à se submeter aos testes.

Além da esfera administrativa, o condutor também pode ser preso em flagrante pelo crime de embriaguez ao volante, conforme previsto no artigo 306 do CTB. Esta situação ocorre quando a medição do etilômetro (conhecido como bafômetro) indica 0,34 ou mais miligramas de álcool por litro de ar alveolar.

Desde o inicio de 2017 ate agora a PRF em Rondônia já fiscalizou 44.806 veículos e 59.477 pessoas, destas 14.711 realizaram teste etílico, sendo que 186 condutores foram autuados por dirigir sob efeito de álcool e 51 detidos.

A fiscalização da PRF não se restringirá ao álcool. Além dessa conduta, muitas outras situações de risco estarão na mira dos Agentes da PRF. Os policiais estarão atentos as condutas consideradas mais gravosas, que aumentam o risco de graves acidentes ou de agravamento de lesões como: Ultrapassagens indevidas, excesso de velocidade e falta de equipamentos de segurança (capacete, cinto de segurança ou cadeirinhas para crianças).
Fonte:Assessoria

Últimas notícias: