Rondônia - 28 de maio de 2017
Home / Notícias / Religião / Estudos de Provérbios / Provérbios 13:16 – Todo prudente age com conhecimento, mas o tolo espraia a sua loucura

Provérbios 13:16 – Todo prudente age com conhecimento, mas o tolo espraia a sua loucura

Fantasia ou fato? Ficção ou não ficção? Suspeição ou certeza? Você tem certeza? Todo o homem tem que escolher a base do seu pensamento e do seu relacionamento na vida. Os insensatos trabalham num mundo de ”faz de conta” de suas próprias opiniões e especulações, e o idiotismo deles é visível para todos. Homens sábios prudentemente escolhem o conhecimento em tudo o que pensam, falam e agem.

Como Salomão bem disse em Provérbios 14:15, “O simples dá crédito a cada palavra, mas o prudente atenta para os seus passos.” Existe uma diferença. O simples acredita em qualquer coisa que aparece, enquanto que o homem prudente é cauteloso e cético a respeito de tudo. Salomão também disse em Provérbios 22:3, “O avisado vê o mal e esconde-se; mas os simples passam e sofrem a pena.” Homens prudentes consideram o que poderia acontecer e o evitam; tolos cegamente mergulham em sua ignorância e são punidos. Caro leitor, ame a cautela.

Homens prudentes são sábios, discretos, sérios e usam de um juízo são. Eles são bem cuidadosos em só negociarem com aquilo que pode ser provado de fato. Eles não confiam em tudo que ouvem ou lêem; é necessário que haja evidência antes de qualquer consideração. Eles não tiram conclusões apressadas, não dão ouvidos a rumores, não se guiam pelo sensacionalismo nem permitem exageros. Eles não falam daquilo que não conhecem bem, não se envolvem em atividades que eles não entendem, não se associam com pessoas que não conhecem nem estabelecem uma opinião sem estar de posse de todos os fatos (Pv 14:8).

Tolos acreditam em quase tudo, especialmente se a questão confirma as suas tolas suposições. Eles estão à procura de qualquer coisa que confirme suas opiniões ignorantes; eles aceitam aquilo como sendo a verdade, e repetem isso para os outros. Na verdade eles não querem ter entendimento; eles só querem revelar aquilo que está em seus corações (Pv 18:2). Se parece plausível, eles acreditam. Se parecem fantástico e capaz de causar comoção, eles ficam realmente excitados. Eles respondem questões sem ao menos tê-los ouvido (Pv 18:13). Para eles, a percepção é tão bom quanto os fatos. Vergonhoso!

Homens prudentes analisam antes de responderem, mas os tolos derramam a sua estultice (Pv 15:28). Homens prudentes não dizem aos outros tudo o que sabem, mas os tolos falam daquilo que não conhecem (Pv 12:23). Homens prudentes usam o conhecimento na medida certa, mas os tolos despejam as suas tolices (Pv 15:2). Tolos mostram a sua insensatez por palavra e por ação todos os dias (Ec 10:3). Homens nobres examinam tudo (At 17:11).

Nós precisamos de mais filhos de Issachar, homens “destros na ciência dos tempos, para saberem o que Israel devia fazer” (ICr 12:32). Precisamos de homens que julgam retamente, não apenas pela aparência (Jo 7:24). Precisamos de homens bons com conhecimento, capazes de exortarem um ao outro (Rm 15:14). Veja os comentários a respeito de Provérbios 13:11; 18:2; 19:2 e 10:18. Este provérbio resume muita coisa que o Pregador procurou ensinar ao seu filho (Salomão identificou o tolo em Ec 10:13-15; Ec 10:13).

Eles estão cheio de palavras, apesar de nenhum homem saber o que vai acontecer no dia de amanhã (Ec 10:13-15). E eles ficam frustrados com o trabalho duro, porque eles não conseguem entender as coisas mais simples da vida (Ec 10:15). [It looks like there are some references or something missing here.]

Paulo nos ordenou a sermos sábios e entendidos com respeito à vontade do Senhor (Ef 5:17). Nós devemos ser homens e não crianças no entendimento (ICo 14:20). Os santos provam todas as coisas (ITs 5:21). A única fonte de conhecimento é a palavra de Deus e o temor de Deus (Pv 1:7). Qualquer coisa contrária às escrituras é ignorância (Is 8:20). Nós devemos permitir que Deus seja verdadeiro, mas cada homem um mentiroso (Rm 3:4). A bíblia está certa em todos os assuntos, e nós devemos odiar todos os caminhos falsos (Sl 119:128). Ao invés de você se apoiar no seu próprio entendimento, confie no Senhor de todo o seu coração (Pv 3:5-6). Ele dirigirá o caminho do homem prudente (Sl 37:23).

Caro leitor, você repete coisas que você não verificou?Você acredita que as coisas impressas devem ser verdadeiras? Quantas vezes você diz, “Eu acho …? Você é cético a respeito de “resultados” pouco comuns ou não convencionais? Você crê em “testemunhas” em propaganda de produtos? Você entende como alguma coisa funciona antes de você usá-la? Você acredita que seminários existem para ajudá-lo? Você acredita em um “almoço grátis” que está à sua espera para achá-lo? Você sabe que as contas não mentem mas os mentirosos contam? Você sabia que as coisas não convencionais geralmente estão mais próximas de óleo de cobra do que as convencionais? Uma maioria popular lhe impressiona com sendo verdadeira? As “informações” dirigidas contra o governo ou outra organização da qual você não gosta, lhe impressiona?

Os “conservadores” falam mais a verdade do que os “liberais”? O que é um “conservador”? É uma vergonha que os homens possam aproveitar-se dos conservadores, porque muitos deles são idiotas à busca de boatos sensacionalistas. Alguns previram o fiam da América nos anos 70. Especulação ou sensacionalismo político ou financeiro não cai bem aos crentes. Nós devemos tratar com conhecimento – coisas encontradas na palavra de Deus ou estabelecidas como fatos. Crentes radicais se fizeram de bobos e as suas religiões ao prognosticar o fim do mundo no ano 2000! O mundo de hoje, com justiça, zombam dos cacarejos de Jack e Rexella Van Impe (um casal de televangelistas americanos). Caro leito, exija conhecimento!

Se alguma coisa parece “bom demais para ser verdade,” ela é exatamente isto – bom demais para ser verdade! Não acredite! Você não descobriu nada, senão uma tentação para a sua mente fraca. Tem um idiota nascendo a cada minuto, e você não deve ser um deles. Nós temos que lidar com conhecimento e Deus nos deu tudo que necessitamos nas escrituras (IITm 3:16-17).

O homem de Deus, mais do que os outros homens, deve estudar para se apresentar aprovado diante da palavra da verdade (IITm 2:15; Tt 1:9). Pastores e professores demais substituíram o sadio conhecimento da pregação do evangelho por entretenimento e fábulas (IITm 4:1-4). A tolice deles será exposta abertamente, em consonância com o nosso provérbio, pelos seus resultados carnais (IITm 3:6-9). Que cada homem de Deus estremeça diante do seu dever de tartar só com conhecimento.

O nosso Senhor Jesus agiu prudentemente com sabedoria; Ele foi exaltado e enaltecido e ele foi bastante elevado (Is 52:13). Ele tinha uma rapidez de entendimento com o espírito do conhecimento para julgar com justiça (Is 11:1-5). Ele respondeu às perguntas especulativas e capciosas da liderança judaica que O odiavam, e Ele fez perguntas a eles que expunham a ignorância e a hipocrisia deles (Lc 2:41-47; Lc 20:1-8,20-47). Ele sempre agia com conhecimento.

Comente pelo Facebook

comentários