Rondônia - 30 de maio de 2017
Home / Notícias / Religião / Estudos de Provérbios / Provérbios 18:15 – O coração do sábio adquire o conhecimento, e o ouvido dos sábios busca a ciência

Provérbios 18:15 – O coração do sábio adquire o conhecimento, e o ouvido dos sábios busca a ciência

Alguns homens têm um coração e ouvido para o conhecimento, mas são raros. Eles são os homens notáveis e nobres da terra. A maioria dos homens nem têm coração ou ouvido para o conhecimento. Não tem nenhum desejo de conhecimento, e não gostam do trabalho de ouvir e de tomar posse do conhecimento. São tolos; e são fáceis de serem identificados por desconsiderarem a instrução e o aprendizado.

Salomão avisou a respeito dos que fingem. Ele disse, “De que serviria o preço na mão do tolo para comprar a sabedoria, visto que não tem entendimento?” (Pv 17:16). Ele se torna membro de uma igreja; dirá que deseja conhecimento; mas nunca faz esforço algum nem têm a persistência que caracteriza os homens nobres como sendo os que verdadeiramente buscam a sabedoria (Pv 18:1) Veja os comentários de Provérbios 18:1.

Leitor, qual é a importância que você atribui às reuniões dos santos? Você anseia com avidez por elas? Você ora por elas? Você as frequenta esperando uma benção? Você se prepara cuidadosamente para elas? Você ora por elas? Você antecipa com alegria a abertura da Palavra de Deus? Estas são marcas do coração prudente de um homem, e ele adquirirá ainda mais sabedoria. Há muitos que consideram as assembleias como sendo um peso e uma inconveniência; mas eles odiarão seus corações ímpios no Dia do Juízo, quando forem rejeitados (Lc 6:27-31).

Leitor, presta muita atenção às pregações? Você se senta próximo da frente e não deixa nada distrai-lo? Você se concentra sobre cada sentença? Você absorve e considera cada uma? Você aplica cada advertência e repreensão à sua vida? Você se compromete com mudanças? Você faz uma revisão do que foi ensinado mais tarde? Estas são as características dos ouvidos de um homem sábio, que busca o conhecimento. As pregações entediam a muitos, por isso eles dormem durante os sermões; mas eles odiarão os seus maus ouvidos no Dia do Juízo quando forem rejeitados (IITs 2:9-14).

Existem poucos bereanos. “Ora, estes foram mais nobres do que os que estavam em Tessalônica, porque de bom grado receberam a palavra, examinando cada dia nas Escrituras se estas coisas eram assim.” (At 17:11). Considere os ouvidos deles. Eles receberam a pregação de Paulo com toda presteza – eram ouvintes ávidos – tinham uma paixão fervorosa de aprenderem.

Considere o espírito do sábio e prudente. Eles não estão satisfeitos com o conhecimento que possuem: eles querem mais! Mas o tolo pensa que já sabe tudo (Pv 12:15; Pv 18:2; Pv 28:26)! Um homem sábio nunca está contente: quanto mais ele aprende, mais ele quer aprender (Pv 1:5; 9:9; 15:14).

O nosso Senhor cresceu em sabedoria diante de Deus e dos homens, porque o Senhor abriu os seus ouvidos, que ouviram como o ouvido dos que aprenderam, e Ele não foi desobediente à instrução (Is 50:4-5).

Comente pelo Facebook

comentários