Rondônia - 24 de outubro de 2017
Home / Notícias / Polícia / Ouro Preto do Oeste – Discussão por cigarro termina com rapaz assassinado a tiros

Ouro Preto do Oeste – Discussão por cigarro termina com rapaz assassinado a tiros

Uma discussão por cigarro teve um fim trágico no início da madrugada deste domingo (17), na Estância Turística de Ouro Preto do Oeste quando o jovem Paulo Pereira, que havia completado 22 anos no dia anterior, teve a vida ceifada por dois tiros disparados por um homem ainda não identificado. O homicídio ocorreu por volta das 02h20 nas dependências do Bar 360 Graus, localizado na avenida Governador Jorge Teixeira, bairro Jardim Novo Estado.

Uma testemunha relatou que o desconhecido teria negado um cigarro a Paulo. A partir daí iniciou-se uma discussão que logo em seguida foi apaziguada pelos amigos da vítima. Em seguida, o autor dos disparos saiu do local dizendo que iria buscar o cigarro.

Uma mulher que estava no recinto teria dito a Paulo que aquela pessoa que havia discutido com ele era boa gente e que ele ficasse tranquilo. Minutos depois, a vítima foi até a casa de um amigo buscar fumo e, por ter sido ameaçado, resolveu pegar uma faca. Ao retornar, a escondeu próximo ao bar. Quando se aproximava do estabelecimento, avistou a pessoa que minutos antes havia discutido com ele. Foi quando o mesmo se apossou da faca que tinha escondido.

Ao entrar no estabelecimento, a pessoa que instantes depois se tornaria seu algoz se levantou de uma mesa e colocou uma das mãos na cintura, momento este em que Paulo, ao puxar a faca da cintura, foi alvejado por dois tiros na região do tórax. Na sequência, o desconhecido ainda efetuou mais dois disparos na direção de um dos amigos da vítima, que só não foi atingido porque teria se escondido atrás de um veículo.

Paulo, mesmo baleado, ainda correu por alguns metros pela avenida, vindo a cair em frente a uma mecânica ao lado de uma casa de shows, conhecida por Forró do Gauchinho. Populares e amigos o socorreram até o hospital municipal, mas devido aos ferimentos causados pelos projéteis da arma de fogo, não resistiu e foi a óbito.

Fonte:Gazeta Central

Comente pelo Facebook

comentários