Rondônia - 20 de setembro de 2017
Home / Notícias / Religião / Estudos de Provérbios / Provérbios 21:18 – O resgate do justo é o ímpio; o do reto, o iníquo.

Provérbios 21:18 – O resgate do justo é o ímpio; o do reto, o iníquo.

O Senhor ama o justo, e Ele, de bom grado, sacrifica o iníquo por causa dele. O preço do resgate para adquirir e abençoar os justos é a vida dos transgressores iníquos. Ele salvará o justo sacrificando os seus maus inimigos, e Ele fará recair sobre a própria cabeça dos maus os planos que eles tinham contra o justo. Experimente (Sl 7:10-17) Glória!

Você está com inveja da prosperidade dos maus? Você está perturbado pelo ódio deles para com os justos? Você está com receio de suas ondas de orgulho? Eles espumejarão suas vergonhas nas trevas eternas! Mas antes de chegarem àquele lugar escuro, eles terão sido entregues às inquietações.

O melhor exemplo para ilustrar esta lição é o resgate do Egito por Israel. O SENHOR amou o Seu povo Israel, e Ele ouviu o choro consequente da dura escravidão que os egípcios colocaram sobre eles (Êx 1:13-14; 2:23-25). Ele tinha respeito por eles, mas Ele não tinha respeito pelos egípcios. Eles estavam prestes a se tornarem o preço do resgate de Sua nação justa.

Ele enviou dez pragas e os destruiu de uma forma horrível antes de afogar Faraó e o seu exército no Mar Vermelho. Os conselheiros de Faraó admitiram que as pragas tinham destruído a nação (Êx 10:7). Com o primogênito morto em cada casa, os egípcios suplicaram Israel a sair e assim Israel “emprestou” a riqueza de toda a nação para nunca mais devolvê-la! E o Senhor alegremente orientou Israel a despojar os egípcios nessa maneira (Êx 12:35-36)!

O Senhor declarou o seguinte a respeito dessa transação, “Porque eu sou o Senhor, teu Deus, o Santo de Israel, o teu Salvador; dei o Egito por teu resgate, a Etiópia e Sebá, por ti. Enquanto foste precioso aos meus olhos, também foste glorificado, e eu te amei, pelo que dei os homens por ti, e os povos, pela tua alma.” (Is 43:3-4). Esta é a lição.

Ele orientou Josué a apedrejar a Acã e à sua família para salvar Israel (Js 7:1-26). Os sete filhos de Saul foram enforcados como resgate de Israel pela fome mandada por Deus (IISm 21:1-14). E Hamã foi enforcado na própria forca que ele havia construído para Mardoqueu (Et 7:10).

Considere as palavras em outro provérbio, “O justo é libertado da angústia, e o ímpio fica em seu lugar.” (Pv 11:8). O Senhor arrancará o justo do meio das inquietações e colocará o iníquo em seu lugar! O Senhor punirá o ímpio ao invés do justo.

Deus usou a Assíria como instrumento para castigar Israel; em seguida Ele se voltou e esmagou a Assíria pelas suas ações e atitudes (Is 10:5-19). E ele fez o mesmo com a Babilônia, que Ele usou para punir Israel e outras nações durante setenta anos, antes de punir a eles (Jr 25:8-14).

O servo que não negociou uma remuneração em cima do seu único talento foi castigado severamente e o seu talento lhe foi tirado e dado ao homem que tinha dez. Os ricos ficam mais ricos e os pobres mais pobres ainda; sim, os pobres são sacrificados pelos ricos, nesta parábola espiritual (Mt 25:14-30).

Caro leitor, se você teme a Deus e busca viver justamente, o Senhor lhe ama e prazerosamente sacrificará o ímpio por sua causa. Não há necessidade de temê-los. O Senhor está no Seu santo templo, e Ele jamais permitirá que o ímpio realize o seu desejo para com você. A nossa lição neste provérbio é a gloriosa providência do nosso grande Deus em dispor os eventos nesta vida para o benefício do Seu povo. Ele sacrificará outros para o benefício dos Seus filhos.

O dia virá quando julgaremos o mundo e os anjos (ICo 6:2-3). Os demônios e os maus têm perseguido os santos por milhares de anos e o dia da vingança se aproxima, quando os mártires que estão sob o altar de Deus terão os seus grandes desejos atendidos (Ap 6:9-11). Tanto os homens quanto os anjos iníquos serão sacrificados no lugar dos Seus santos.

Que a nossa lição afaste qualquer medo ou intimidação dos ímpios e que ela substitua aquele temor com um desejo humilde de ser o povo honorável e amado do Altíssimo. Pois “toda ferramenta preparada contra ti não prosperará…” (Is 54:11-17) e “aquele que tocar em vós toca na menina do seu olho” (Zc 2:8-9). Obrigado, Senhor, por ser a nossa defesa e a salvação dos corações retos. Leia Salmos 7:10-17 novamente. Glória! Amém.

Fonte: Assessoria

Comente pelo Facebook

comentários