Rondônia - 18 de dezembro de 2017
Home / Notícias / Religião / Estudos de Provérbios / Provérbios 29:17 – Castiga o teu filho, e te fará descansar e dará delícias à tua alma

Provérbios 29:17 – Castiga o teu filho, e te fará descansar e dará delícias à tua alma

Pais tolos com frequência dizem, “Desta vez, passa. Se fizer de novo, vai ter.” Que idéia perigosa! Ignorar o problema não faz com que ele vá embora! Ignorando a conduta pecaminosa reforça-a na criança! Será mais difícil corrigir depois! Como também será mais fácil para os pais procrastinarem da próxima vez. E antes de se darem conta disso eles estabeleceram o terrível ato de fazer vista grossa ao mau comportamento da criança.

Muitos pais fazem vista grossa à conduta pecaminosa com o objetivo de preservar a paz doméstica. Eles anseiam pela paz no lar. Eles esperam que ao darem à criança alguma liberdade eles manterão as coisas calmas e confortáveis. Eles estão terrivelmente enganados! O provérbio ensina que descanso e prazer dependem da correção das crianças, não a acomodação com elas! Apesar de buscarem a paz, muitos pais terminam perdendo-a! Uma breve perda de paz para corrigir uma criança é um baixo preço para a paz a longo prazo.

O pai mais sábio que você jamais conhecerá, o Rei Salomão, alertou contra o afrouxar da disciplina da criança. Ele escreveu, “A vara e a repreensão dão sabedoria, mas o rapaz entregue a si mesmo envergonha a sua mãe.” (Pv 29:15). A regra é simples; as consequências são terríveis. A dor e a vergonha que algumas mães têm sofrido são enormes. E por quê? Elas escolheram o caminho do comprometimento e não corrigiram seus filhos com rígido amor.

A vara e a repreensão corrigirão e treinarão as crianças para dar um retorno de alegria maravilhosa aos seus pais. A promessa é certa: “Instrui o menino no caminho em que deve andar, e, até quando envelhecer, não se desviará dele.” (Pv 22:6). “A estultícia está ligada ao coração do menino, mas a vara da correção a afugentará dele.” (Pv 22:15). Não procrastine! Todas as vezes que você adia o inevitável, você prejudica seu filho e sacrifica o seu futuro prazer.

Se você ama os seus filhos, você os salvará agressivamente de vidas desvirtuadas (Pv 3:12; 23:13-14). Você não deve adiar esta grande questão. “O que retém a sua vara aborrece a seu filho, mas o que o ama, a seu tempo, o castiga.” (Pv 13:24). A seu tempo significa fazê-lo logo, rapidamente antes que seja tarde demais. “Castiga teu filho enquanto há esperança, mas para o matar não alçarás a tua alma.” (Pv 19:18). Somente o ódio e a ignorância preguiçosa podem fazer com que você adie as providências. São estes e outros pecados dos pais que desovaram a geração mais egoísta da história.

Seu Pai no céu excede em sabedoria a Salomão. Ele só pratica a disciplina perfeita da criança (Pv 3:11-12; Sl 119:75; Hb 12:5-17; Ap 3:19). Com o objetivo de aperfeiçoá-lo, Ele usa de vários meios para punir os seus pecados. E que maravilhoso privilégio é este, pois Ele não corrige aqueles que nunca amou ou adotou (Hb 12:6-8; ICo 11:32). Esta é a prova do Seu amor; é para o seu benefício; e você deve se alegrar nela (Sl 119:67,71; Rm 5:3-5; Tg 1:2-4).

Comente pelo Facebook

comentários