Rondônia - 19 de novembro de 2017
Home / Notícias / Religião / Estudos de Provérbios / Provérbios 26:11 – Como o cão que torna ao seu vômito, assim é o tolo que reitera a sua estultícia.

Provérbios 26:11 – Como o cão que torna ao seu vômito, assim é o tolo que reitera a sua estultícia.

O mundo à sua volta contém poderosas lições extraídas de objetos para a sua instrução. Uma característica nojenta de cachorros deve gravar na sua mente a natureza repugnante do pecado e a insanidades daqueles que voltam para ele! Apesar de a descrição ser inferior à realidade, o objetivo foi alcançado!

Muito comum nos Provérbios de Salomão, temos aqui um símile comparando um evento natural com um princípio moral. Símiles são identificados pelo uso de “assim” ou “como”. Em apenas quatorze palavras, você tem uma poderosa descrição e condenação dos tolos.

Também é comum em Provérbios, você ter uma das inúmeras criaturas dentre as incríveis diversidades de Deus escolhida para lhe dar uma lição prática. Em outras partes você lê a respeito da formiga, do leão, da aranha, do porco, do coelho, da águia, da sanguessuga, da cobra, do galgo, da cabra e do gafanhoto. Veja os comentários de Provérbios 30:24.

 

O cachorro não é um dos melhores amigos do Criador. As escrituras mencionam quarenta vezes o cachorro sem uma única conotação positiva. São criaturas vis representando sodomitas, homens ímpios, demônios, ganância, barulho e violência. São comparados com porcos. Eles são proverbiais. Mas os tolos ainda os excedem por suas ganâncias e apetites vorazes por seus pecados ultrajantes e perversos!

Uma característica desagradável dos cachorros é o de comerem o seu próprio vômito. Quando o estomago deles rejeita um alimento ofensivo, eles voltam a comê-lo novamente. É vergonhoso você não ter a mesma reação doentia ao pecado que você tem desse quadro do cachorro vomitando a sua nojeira e comendo-a. Que benefício seria à sua alma se você pudesse aprender a abominar o pecado e os seus desejos pecaminosos!

Apesar de o homem ter sido criado à imagem de Deus, um pouco menor do que os anjos, o Deus santo compara o seu estado caído com uma das suas criaturas mais abomináveis. Satanás disse à sua primeira mãe, “Sereis como deuses.” Mas o justo Juiz declara, “Sois como cachorros.” Comparações repulsivas são usadas na Bíblia para demonstrar o caráter repulsivo do homem e o tratamento dado pelo Deus Altíssimo, como a questão do adultério espiritual em Ez 16 e 23.

Pedro declarou que as palavras de Salomão eram provérbios verdadeiros (IIPe 2:20-22). Ele os usou para condenar aqueles que abandonam sua conversão e voltam ao vômito do mundo, como Ló, Salomão, Demas e outros. Para escapar das poluições deste mundo e depois voltar a se envolver com elas novamente, coloca o homem numa condição pior do que estava antes da sua conversão.

Tolice é pecado. Até mesmo o pensamento tolo é pecado (Pv 24:9). A tolice causa grande vergonha e dor nas almas e nas vidas (Pv 13:15; Sl 36:2; Jr 2:19). O pecado fere os homens; ele fere suas famílias; ele fere as suas fortunas; ele fere as suas famas; ele fere as suas saúdes. Mesmo assim os homens voltam correndo vezes após vezes, mesmo depois de sóbria e veementemente jurarem arrependimento e reforma. O que está errado com eles? Seus instintos são depravados e contaminados! Eles amam aquilo que deviam odiar, e eles odeiam aquilo que deveriam amar! Eles são perversos!

Um sério ataque cardíaco desperta a atenção do homem – até mesmo de um preguiçoso glutão! Alguns dias depois de uma cirurgia de safena, ele quer detalhes específicos a respeito de um programa de super nutrição e os melhores exercícios. Ele toma resoluções, planeja sua programação e encomenda um ano de fornecimento de pão árabe, alface e duas esteiras. Depois de três meses sem nenhuma angina, ele novamente é um viciado em televisão digerindo quilos de queijo e doce! Ele se esqueceu da dor esmagadora do seu ataque cardíaco? Ou ele anseia o veneno que quase o matou? Ou as duas coisas?

Considerem o beberrão (Pv 23:29-35). Ele tem angústia, tristeza, disputas, balbucios e ferimentos decorrentes de suas farras. Ele perde o seu emprego, sua carteira de motorista, sua mulher, seus filhos e a sua reputação. Ele adoece e sente como se tivesse passado a noite no topo de um mastro de navio! Mesmo assim, ele diz, “Quando virei a despertar? Ainda tornarei a buscá-la outra vez.” Tolo! Cachorro!

Acabe se arrependeu e andou humildemente diante do Senhor – por alguns poucos minutos. Então ele voltou correndo ao seu vômito e foi morto (IRs 21:27-29; 22:8). Faraó rogou a Moisés para lhe dar uma folga e prometeu deixar Israel ir. Mas assim que ele sentiu o alívio, ele endureceu o seu coração e voltou à sua tolice persistente (Êx 8:15). Quantas vezes Deus perdoou e livrou a Israel e, em seguida, assistiu a volta deles correndo para o seu vômito pagão (Sl 78:33-42)?

Caro leitor, que imundície você vomitou e lançou fora pela graça de Deus e pela convicção do Seu Espírito? Que tolice você rejeitou? Você será tentado a voltar a ela. Que vômitos lhe tentam? Reclamações? Pornografia? Música ímpia? Bebedice? Fantasias sexuais? Glutonaria? Televisão? Amargura? Prostituição? Desobediência aos pais? Defraudação no casamento? Uma igreja não bíblica? Falta de submissão? Fofocas?

Não existe uma meia volta ao pecado. Nunca funcionou e nem funcionará! Você ainda sente o cheiro do vômito e você volta a ele novamente. Leitor, você deve fugir de suas tentações e pecados com toda a sua força e rapidez! Você deve eliminar a fonte da tentação! Você deve satisfazer completamente o seu apetite com coisas espirituais, de forma que você não tenha fome do vômito. Não há atalhos. Se você permanece perto da imundície, você vai assumi-la novamente.

Se o cachorro tivesse consciência, ele ficaria envergonhado de sua vil natureza. Mas o que dizer do pecador humano? A volta deles ao pecado contaminante é pior! Onde está a vergonha? Em breve terão vergonha e desprezo eterno, se não forem salvos pelo Senhor Jesus Cristo (Dn 12:2).

Somente pela graça de Deus e pelo dom do arrependimento pode o homem ser salvo de sua tolice e do laço de Satanás (IITm 2:25-26). Se você tiver um mínimo de convicção dos seus pecados neste momento, arrependa imediatamente e tome medidas drásticas para livrar a sua vida daquela tolice. Fuja para Jesus Cristo. Talvez a graça de Deus lhe salve hoje.

Vamos dizer como o salmista, “Escutarei o que Deus, o Senhor, disser; porque falará de paz ao seu povo e aos seus santos, contanto que não voltem à loucura.” (Sl 85:8). Vamos ouvir o aviso do nosso Salvador, “Eis que já estás são; não peques mais, para que te não suceda alguma coisa pior.” (Jo 5:14).

Comente pelo Facebook

comentários