Rondônia - 13 de dezembro de 2018
Home / Notícias / Esportes / Vasco da Gama / Assista à íntegra da entrevista coletiva de Eurico Miranda desta 6ª-feira

Assista à íntegra da entrevista coletiva de Eurico Miranda desta 6ª-feira

O presidente Eurico Miranda concedeu uma entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira (12/01) no Complexo Esportivo de São Januário e voltou a esclarecer pontos referentes ao atual momento vivido pelo Club de Regatas Vasco da Gama. O dirigente garantiu que seguirá firme na luta pelos interesses do Gigante da Colina e negou as denúncias feitas através de alguns órgãos de imprensa.
Confira o pronunciamento inicial do presidente Eurico Miranda:
“Vocês vão falar agora com o presidente do Vasco. Antes, vocês falaram com um irresponsável, que se classificava como presidente do Vasco. Vocês precisam separar as coisas. Não gostaria de estar aqui, mas estou em função de um irresponsável e de um leviano. Se ele pensa que me atingiu pessoalmente, não conseguiu, mais uma vez. Esse “fake news” efetivamente está denegrindo o Vasco. Quando eu chamo esse cidadão de irresponsável é pelo que ele fez e da forma como se manifestou. Isso veio visando atingir o clube. Em primeiro lugar, ele fingiu que estava fazendo uma denúncia em cima de coisas que estavam mandando para ele. O que não é verdade. Eles fomentam esse tipo de denúncia não é de hoje. Uma das coisas que ele falou e que me chamou atenção foi o fato de que materiais do Vasco estavam sendo desviados. Jogaram no ar um acusação muito forte. Eu tenho mais de 600 funcionários e a maioria deles são humildes. Eles prestam serviços ao Vasco e são acusados de desviar e vender material. Infelizmente, quando se fala que alguém é ladrão, se torna manchete. O desmentido só sai depois, se sair. Falou-se que o material estava sendo levado. Vocês todos souberam que o material do Caprres foi levado para o CT, para que se tivesse todas as condições na pré-temporada. Não precisava ser feito, mas fomos até a delegacia de informática fazer uma queixa-crime para apurar e prender as pessoas que fomentam esse tipo de coisa. Os departamentos todos estão funcionando normalmente, com todos os equipamentos, sem nenhum problema. Agora, a postura desse indivíduo, desse “fake news”, é algo inaceitável. Como ele coloca como presidente do Vasco? Quem é ele para ser o presidente do Vasco? Até pode pretender ser, mas ele não é. Não podem colocá-lo como presidente do Vasco. O presidente do Vasco ainda não morreu, está aqui, firme. E mesmo se tivesse, não é ele que tem que se usurpar de algo que não tem. Pode ser candidato, mas ele não pode se colocar como presidente do Vasco. Ainda teve a coragem de dizer que falava com clubes para não fazer negócio, com empresas para não fazer negócio. É isso que eles fizeram o tempo inteiro, tentando inviabilizar toda situação aqui. Ele não tem a menor condição de ter qualquer tipo de dialógo com qualquer pessoa, porque ele é um irresponsável. Quero deixar claro para vocês todos. Foi dada a queixa-crime na delegacia para se apurar quem divulga esses vídeos e quem é que faz. Tudo que está sendo feito no Vasco é com responsabilidade. E não seria eu que iria perguntar para ele. Ele disse que tentou transição, mas que transição? O que ele é dentro do Vasco? Nenhuma hipótese de fazer alguma coisa com um “fake news”, com um cidadão como esse”
Assista a íntegra da entrevista coletiva do presidente Eurico Miranda:

Fonte: Site oficial do Vasco