Rondônia - 23 de outubro de 2018
Home / Notícias / Esportes / Corinthians / Corinthians recua em negociação e aceita emprestar atacante à Ponte Preta

Corinthians recua em negociação e aceita emprestar atacante à Ponte Preta

Vasconcelos disputa Série B do Brasileirão em 2018 emprestado à Ponte Preta

Vasconcelos disputa Série B do Brasileirão em 2018 emprestado à Ponte Preta

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O Corinthians bem que tentou sair por cima nas tratativas com a Ponte Preta, mas não conseguiu lá grandes resultados. Conforme publicado nesta sexta-feira pelo portal Uol, o Timão aceitou liberar o atacante Gabriel Vasconcelos por empréstimo de um ano ao clube de Campinas mesmo não recebendo nenhum atleta como moeda de troca.

Na prática, o Corinthians recuou em suas exigências. Nas últimas semanas, a diretoria do Timão havia tentado envolver na negociação algum destaque do Sub-17 da Ponte Preta, campeão do Paulistão da categoria em 2017. O atacante Wallison foi solicitado pelo clube do Parque São Jorge – foi artilheiro do Estadual, anotando três gols somente na final contra o Palmeiras.

No fim das contas, a Ponte Preta não aceitou liberar nem Wallison nem qualquer outra promessa. O Corinthians, então, achou correto manter a ideia de emprestar Vasconcelos à equipe campineira. Principal nome por trás das negociações, o gerente de futebol Alessandro Nunes entendeu que seria injusto com o atacante segurá-lo no CT Joaquim Grava.

Vasconcelos, vale ressaltar, tem 21 anos e, assim, não pode mais defender as categorias de base do Corinthians. Artilheiro da Copa São Paulo de Futebol Júnior em 2015, ele passou a última temporada emprestado ao Oeste para a disputa da Série B do Brasileirão.

A expectativa era de que, assim que a delegação alvinegra retornasse dos Estados Unidos, o jovem assinasse uma extensão contratual – seu vínculo expirou no último mês de dezembro, mas o Timão já havia demonstrado interesse em mantê-lo como aposta para uma eventual utilização futura. Nesta sexta-feira, porém, o portal Globoesporte.com informou que a papelada já foi assinada e que o novo vínculo tem validade até o fim de 2019.

Veja mais em:
Mercado da bola e Base do Corinthians.