Rondônia - 26 de Abril de 2018
Home / Notícias / Esportes / Botafogo / Volta por cima? Quarteto inicia ano com rejeição de torcedores no Botafogo

Volta por cima? Quarteto inicia ano com rejeição de torcedores no Botafogo

Ao contrário do que ocorria nos últimos anos, o Botafogo não precisou reformular o elenco, já que muitos jogadores renovaram ou tinham contratos longos com o clube – perdeu apenas Roger (Inter), Victor Luis (Palmeiras) e Bruno Silva (Cruzeiro). Apesar de a maioria do elenco contar com o apoio e confiança da torcida, alguns jogadores iniciam a temporada tendo que virar o jogo e pôr fim à rejeição encarada das arquibancadas.

Quatro jogadores encaram essa situação: Luis Ricardo, Gilson, Dudu Cearense e Rodrigo Pimpão. O atacante é quem vive o caso mais curioso. Xodó dos botafoguenses por grande parte da última temporada, o camisa 7 teve um segundo semestre bem abaixo do que vinha apresentando e passou a ser vaiado por parte da torcida.

Ele não conseguiu a volta por cima ainda em 2017 e a virada do ano pode representar também uma oportunidade para recuperar o status com os torcedores, que esperam a volta das boas atuações para voltar ao bom relacionamento com o ex-xodó.

Luis Ricardo vive situação parecida. Titular absoluto em 2016, ele sofreu grave lesão no tornozelo e ficou afastado dos gramados por quase um ano. Quando voltou aos gramados, encontrou a concorrência de Arnaldo, contratado do Ituano. O experiente jogador teve algumas oportunidades, mas não rendeu o esperado.

A situação ficou complicada porque a torcida lembrava das boas atuações de Luis Ricardo antes da lesão, quando era um dos líderes técnicos do elenco. Ainda há a esperança de que o lateral direito poderá apresentar o futebol de qualidade de anos anteriores, mas a reta final de 2017 não foi nada boa para o jogador.

Gilson sempre foi visto como um bom reserva no Botafogo. Quando preciso, entrou na vaga de Victor Luis e deu conta do recado. O problema é que, assim como toda a equipe, o lateral esquerdo não teve um grande rendimento na reta final da temporada, quando foi vaiado por parte da torcida.

Em fim de contrato, a renovação não era esperada pelos botafoguenses, que esperavam a chegada de um outro nome após perder também Victor Luis, que retornou ao Palmeiras. A diretoria, no entanto, deu voto de confiança e renovou com o atleta. A titularidade parece pesada para Gilson no Botafogo. Uma sequência de boas atuações, no entanto, pode mudar o panorama.

Dudu Cearense vive situação parecida. Em fim de contrato e pouco utilizado, a renovação de contrato foi vista com reticência. O experiente volante, porém, é um dos líderes do elenco mesmo sem entrar tanto em campo. Além disso, é visto pela diretoria como boa opção para ajudar ao longo da temporada. O problema é que as recentes atuações, além de raras, não agradaram. Do quarteto, é quem deverá ter menos chances com a camisa do Botafogo.

Fonte: UOL

noticias doidas