Rondônia - 20 de outubro de 2018
Home / Notícias / Esportes / Corinthians / Corinthians tem metas ousadas de média de público na Arena para 2018 e 2019

Corinthians tem metas ousadas de média de público na Arena para 2018 e 2019

Arena Corinthians tem quase 33 mil de média após 121 jogos

Arena Corinthians tem quase 33 mil de média após 121 jogos

Foto: Bruno Teixeira Rolo

No último Campeonato Brasileiro, conquistado pela equipe de Fábio Carille, a média na Arena Corinthians foi de 40 mil pagantes. Após 121 jogos disputados no estádio corinthiano, a média está em 32.556 pagantes. Números bons, sem dúvida. Mas que ainda poderão e serão melhorados.

Pelo menos, é isso que os responsáveis pelo palco de Itaquera querem para as duas próximas temporadas. A reportagem do Meu Timão conversou com Lúcio Blanco. O superintendente da Arena acredita que, na temporada 2019, seja possível aumentar essa média geral para quase 40 mil torcedores.

Leia também:Gramado da Arena Corinthians recebe primeiro corte após crescimento; veja novas imagens Presidente eleito em fevereiro receberá relatório com todos os dados da Arena Corinthians Com imbróglio no fim, Arena Corinthians fica perto de iniciar operação do estacionamento sem jogo

“É um passo a passo. Quando a gente fala do planejamento, por exemplo, falando de bilheteria, nós acertamos na veia. Aquilo que estava projetado, nós alcançamos. Mas quando se tem uma estrutura deste tamanho, nós estamos olhando para cada segmento, para área de evento, para a área de entretenimento, o Esquenta da Fiel, o Camarote Festa, área de ativações para clientes, até aquele chute a gol no intervalo do jogo, que hoje já tem parceiro no processo. Nosso objetivo é uma meta global. Olhando para bilheteria, o mundo ideal que está projetado para a partir de 2019 é que tivéssemos um público perto de 39 mil. Digo na temporada, não no campeonato A, B ou C”, afirmou Blanco, que completou:

“O número pode distorcer muito a realidade, às vezes para o bem ou para o mal. O nosso objetivo para 2019, mas essa é uma capacidade de vendas quase que na plenitude”, ponderou.Essa meta de 39 mil de média em 2019 é uma meta mais racional, mas não o verdadeiro objetivo, que é ainda mais ousado: praticamente a totalidade de assentos do estádio.

“A nossa rotina de trabalho sempre foi pensar na temporada. Obviamente, o nosso objetivo é uma média de público de 44 mil pessoas. Esse é o objetivo e eu não tenho dúvida que, com ajustes e aprendizado que estamos tendo neste período, vamos chegar num número muito próximo disso. Agora, quando eu tenho um público muito abaixo disso, eu também não me desespero. Sei que o meu público não é 46 mil, mas tenho certeza que não é 18, 11 ou 20 mil. Isso é muito fácil pela leitura que a gente tem nesses últimos anos”, ponderou.

Lúcio Blanco lembrou que a presença mais ou menos maciça ainda depende, basicamente, do desempenho da equipe em campo ou, ao menos, da perspectiva apresentada ao torcedor para o futuro. No início de 2017, a Arena Corinthians foi palco de seus dois piores públicos, diante de Novorizontino (11.925) e Linense (12.159), pelo Paulistão. Na ocasião, a moral dos jogadores e do técnico Carille não era nem 10% do que se viu no fim da temporada.

“A gente tem que entender o conceito que estava envolvido com aquele período que fez com que o torcedor não fosse. O cenário econômico do país também tem que ser levado em conta, e uma série de outros fatores. Tá na conta. O que realmente me preocuparia essa se nós tivéssemos chegado agora, neste final de ano, e a frequência tivesse caído assustadoramente. Não foi o que aconteceu. Nosso desafio é sempre esse: trabalhar pensando na temporada. Aquilo que, obviamente, a gente entender que precisa ser corrigido, como já fizemos em outras ocasiões, vamos corrigir. Como já fizemos anteriormente”, ponderou Lúcio Blanco.

Veja mais em:
Arena Corinthians e Torcida do Corinthians.